Religião Católica

Os 12 Apóstolos: os propagadores da palavra divina

Os ApóstolosOs Apóstolos

Assim como amigos próximos que caminham ao nosso lado, nos momentos bons e também nos difíceis, Jesus encontrou doze seguidores que caminhavam ao seu lado e partilharam da intimidade de sua fé, os apóstolos.

Os doze homens foram especialmente orientados pelo filho de Deus para anunciar o Evangelho e colaborar com a difusão da igreja pelo mundo.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Vamos agora conferir como se deu essa escolha e parte da história de Jesus Cristo vivida ao lado destes homens.

Qual o significado da palavra ‘Apóstolo’

A palavra Apóstolo é originada da palavra grega Apostellein, que quer dizer enviado. Ou seja, os doze escolhidos por Jesus receberam a missão de propagar sua palavra, ensinamentos e perpetuar sua fé por onde passassem.

Após o momento de Pentecostes, onde o Espírito Santo desce ao encontro dos Apóstolos, eles se tornaram grandes líderes da igreja, disseminando todo o aprendizado que haviam recebido de Jesus.

Tanto é que, igrejas ao redor do mundo foram fundadas pelos apóstolos. E muito do que está escrito nos Evangelhos da Bíblia tem contribuição da vivência de cada um destes doze homens.

Ainda existem apóstolos? Este termo ainda é utilizado?

A resposta para ambas as perguntas é não. O termo ‘apóstolo’ caiu em desuso, pois era atrelado especificamente a quem havia visto Jesus e presenciado sua fé em vida. Mas, lembre-se: todo cristão é também um enviado de Deus para divulgar as lições e o acalento concedido pelas palavras do Evangelho.

Toda ação e doação é considerada uma extensão dos ensinamentos de Jesus Cristo, como: humildade, entrega e solidariedade com o próximo.

Os 12 apóstolos de Jesus

A Bíblia Sagrada responde à pergunta sobre quem foram os doze apóstolos de Jesus em três passagens diferentes, são elas: Mateus 10:2-4, Marcos 3:16-19 e Lucas 6:13-16.

Tendo como base o texto do Evangelho de Mateus, temos os seguintes nomes e breves explicações de perfil de cada um deles:

  1. Pedro, (ou Simão);
  2. André (irmão de Pedro);
  3. Tiago, o maior, filho de Zebedeu;
  4. João Batista, irmão de Tiago (o apóstolo João);
  5. Filipe (não confundir com o Filipe evangelista citado no livro de Atos);
  6. Bartolomeu (também chamado de Natanael);
  7. Tomé (também chamado de Dídimo);
  8. Mateus, o publicano (também chamado de Levi);
  9. Tiago,o menor, filho de Alfeu;
  10. Judas, também chamado Lebeu (ou Judas Tadeu);
  11. Simão, o zelote;
  12. Judas Iscariotes (aquele que traiu Jesus).

Eles escreveram juntos o Livro dos Apóstolos?

Por mais que o nome dê a entender, o Livro dos Apóstolos foi originalmente escrito pelo médico e evangelista Lucas, como continuação do Evangelho de Lucas.

Lucas escreveu este livro no intuito de registrar o início do surgimento da Igreja. Ele era médico e acompanhou Paulo em algumas de suas missões, não tendo conhecido Jesus.

No livro de Lucas, ele conta sobre a escolha dos enviados por Jesus Cristo para semearem sua palavra, mesmo após a morte.
Naqueles dias retirou-se para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. E quando amanheceu, chamou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos” (Lc 6.12-13).

Ali, naquele momento, Jesus havia compreendido a necessidade de escolher pessoas que pudessem levar sua mensagem e bondade para diferentes lugares e corações.

Houveram outros apóstolos?

Sim, houveram e Paulo foi um destes outros apóstolos.

Apesar de Paulo não ser considerado um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo, pois não acompanhou o ministério do filho de Deus, o viu  glorificado em uma visão depois que ressuscitou.

Paulo converteu e pregou o evangelho, trabalho dos apóstolos, e assim foi considerado um apóstolo, também.

A bíblia ainda cita outros nomes como Matias, Barnabé, Andrônico e Júnias.

Santa Curiosidade

Curiosamente, a Bíblia não traz definições físicas ou detalhes sobre as características apresentadas pelos apóstolos de Jesus. Porém, se sabe muito sobre suas histórias, e as passagens tratam de explicar o motivo de terem sido escolhidos. O livro de Lucas relata bastante sobre esse capítulo da história da igreja católica.

Um fato curioso, e que merece relevância, é de que tudo leva a entender que os doze homens escolhidos por Jesus Cristo, os apóstolos, aceitaram o chamado do filho de Deus em pleno início da juventude. Renunciando assim as vivências comuns do período, tudo isso para dedicarem-se ao projeto de Jesus. Algo que lhes traria grandeza muito maior!

A Traição de Judas

Durante a última refeição ao lado de Jesus, ele revelou saber que seria traído, e acabou indicando Judas como criminoso. Judas realmente o traiu, sendo inspirado e influenciado pelo maligno, de acordo com as passagens encontradas no livro de Lucas e João.
Infestado pela culpa e remorso, Judas enforcou-se, tirando assim a própria vida.

COMPARTILHE