Santos

Dia de São Brás: saiba quando é e como celebrar o dia do santo

Dia de São BrásDia de São Brás

Quando o bispo de Sebaste veio a falecer, São Brás foi incentivado pelo povo para substitui-lo. Ele aceitou por obediência e devoção a Deus.

Brás foi médico, sacerdote e bispo, e é adorado no mundo todo. Saiba mais sobre o Dia de São Brás, e comemore o dia do protetor dos males da garganta e dos animais.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Quando é comemorado o Dia de São Brás?

Brás viveu num tempo em que a Igreja Católica foi duramente perseguida pelo prefeito de Sebaste, na Capadócia. Ele combatia o cristianismo para agradar o Imperador do Oriente, Licinius. Assim, os cristão foram duramente perseguidos.

O santo, portanto, retirou-se para uma caverna, no Monte Argeu, onde cuidou de animais selvagens. Todo tipo de animal da floresta convivia em harmonia com ele. E a fama de São Brás fez com que soldados fossem enviados para o Monte Argeu para prendê-lo.

Brás foi preso e trancado em uma cela para que morresse de fome, mas uma mulher o alimentava diariamente sem que ninguém soubesse.

Ele foi chantageado para que renunciasse à sua fé. Mas, no dia 3 de fevereiro de 316, São Brás foi degolado, pois ele preferiu renunciar à própria vida por amor a Deus. Por isso, o Dia de São Brás é celebrado nessa data pela Igreja Católica romana.

Curiosamente, seu é comemorado no dia 11 de fevereiro pelos ortodoxos orientais e católicos gregos.

Onde se comemora o Dia de São Brás?

São Brás é um dos Quatorze Santos Auxiliares. Auxiliares no sentido de serem grandes intercessores invocados pelos cristãos nos momentos que necessitam de auxílio contra as mais diversas doenças.

Brás, então, se tornou um dos santos mais populares da Idade Média. O culto ao Dia de São Brás se espalhou pela Europa nos séculos 11 e 12 e sua lenda foi reviva no séc. XIV.

Leia a história Santa Catarina de Alexandria, integrante dos quatorze santos auxiliares da cristandade.

No mundo

O Dia de São Brás é comemorado em vários países de diversos continentes. Ele é o patrono da Ordem Armênia de São Brás.

Nos países de língua espanhola, São Brás é conhecido como San Blas e emprestou seu nome a muitos lugares. E vários lugares em Portugal e no Brasil também são nomeados em sua homenagem, onde ele é chamado de São Brás.

Muitas igrejas alemãs, incluindo a antiga Abadia de St. Blasius na Floresta Negra e a Igreja de Balve, são dedicadas a São Brás.

Na Itália

O santo é conhecido como San Biagio na Itália. Suas relíquias, inclusive, descansam na Basílica di San Biagio, na cidade de Maratea.

Maratea

Quando a igreja as recebeu, ela se tornou o Santuário de São Brás. Ele foi eleito o padroeiro de Maratea, onde acontecem dois grandes festivais para o Dia de São Brás.

O primeiro deles, em 3 de fevereiro, em que se realiza a bênção da garganta do fiel. O segundo, que ocorre do primeiro sábado até o segundo domingo do mês de maio, no aniversário da tradução das relíquias. Durante uma semana, há quatro procissões do simulacro do santo.

Outras cidades

Mas o dia do santo é celebrado em praticamente todo território italiano. Na cidade de Milão, por exemplo, o culto ao santo é muito vivo. É tradição nas famílias comerem juntos restos do panettone de Natal, especialmente preservados, como gesto contra resfriados e males da garganta. No Dia de São Brás são vendidos o “Panettone di San Biagio”, o último remanescente do período natalino.

Em Lanzara, na região da Campânia, é tradição comerem a famosa “Polpetta di San Biagio”. Já na cidade de Venaus, em Piemonte, de acordo com um antigo ritual, é escoltada uma estátua do santo em procissão e acontece uma dança tradicional na praça da igreja.

O Dia de São Brás também é celebrado na cidade de Taranta Peligna, em Abruzzo, em que são preparados “Panicelle”, pães em forma de mão que são distribuídos para a população.

Dia de São Brás na Inglaterra

Na Cornualha, a aldeia de St. Blazey deriva do seu nome, onde a igreja paroquial é dedicada a São Brás. Há uma igreja dedicada a São Brás na aldeia de Devon de Haccombe. E também em Shanklin, na Ilha de Wight, e outra em Milton, e em Oxfordshire, uma das menores igrejas do país.

Há um Poço de São Brás em Bromley, onde a água era considerada ter virtudes medicinais. São Brás também é associado com Stretford em Lancashire. A Cerimônia da Bênção das Gargantas é realizada no Dia de São Brás, em 3 de fevereiro, na Igreja de St. Etheldreda, em Londres.

Dia de São Brás na Croácia

São Brás é o santo padroeiro da cidade de Dubrovnik e ex-protetor da República de Ragusa. Em Dubrovnik, o Dia de São Brás é celebrado anualmente em 3 de fevereiro, quando relíquias do santo, sua cabeça, um pouco de osso de sua garganta, suas mãos direita e esquerda são exibidas em relicários.

As festividades ao Dia de São Brás começam logo no dia anterior, no Dia de Nossa Senhora das Candeias (ou da Candelária, ou Nossa Senhora da Luz), quando pombas brancas são soltas.

Veja a oração de Santa Bárbara e peça proteção antes de sair, viajar, durante tempestades.

História de São Brás

Brás nasceu em uma família rica, na cidade de Sebaste, Armênia, no séc. III. Ele foi médico antes de se tornar bispo. Ele entrou em crise, e foi evangelizado, fazendo com que a sua vida sofresse uma guinada.

A sua busca pelo Senhor Jesus Cristo estava muito ligada ao profissional e muitas pessoas começaram a ser evangelizadas através da busca de santidade daquele médico. Assim, como era médico, ele procurava, também, auxiliar os pacientes e evangelizá-los.

Qual é a sua causa?

Conta a lenda, que uma mãe levou uma criança de colo que estava morrendo engasgada com uma espinha de peixe presa na garganta. E Brás olhou para o céu e orou, e o nosso senhor curou aquela criança. Por esse motivo, a sua fama é de santo protetor da garganta.

Hoje, no mundo todo, quando alguém engasga, a invocação direta ao santo logo é rezada: “São Brás te proteja.” Ou simplesmente: “São Brás!” E nas Igrejas, essa benção é feita especialmente no seu dia, com duas velas cruzadas sobre a garganta dos fiéis, que recebem a benção do santo.

Leia a história do santo auxiliar, São Cristóvão.

Orações do santo

Vamos, então, pedir a intercessão de São Brás para que a nossa mente, a nossa garganta e a nossa profissão possam comunicar com o Amor de Deus? Veja algumas orações para o santo. São Brás, rogai por nós!

A bênção do santo

Por intercessão de São Brás, bispo e mártir, livre-te Deus do mal da garganta e de qualquer outra doença. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Amém!

Para se proteger dos males

Ó venerado e protetor São Brás, sejas propício para nos aproximarmos mais de Nosso Senhor Jesus Cristo. Vós que tanto auxiliastes o povo de Deus sendo um pastor zeloso e amigo, como bispo, conduzistes as pessoas no caminho da santidade. Olhai para nossa enfermidade, do mesmo modo que olhou, com compaixão e misericórdia, para aquela mãe desesperada que via seu filho morrer engasgado com uma espinha de peixe. Olhai para nós e curai-nos de todos os males da garganta. Ajudai-nos por vossa intercessão a termos voz para comunicar as graças e bondade de Deus aos nossos irmãos mais necessitados. Protegei-nos dos males físicos e derramais vossas bênçãos de cura para nosso aparelho respiratório. Longe dos males poderemos pronunciar vossa verdade por todo o sempre, pelos séculos dos séculos.
Amém.

Afastar as enfermidades

São Brás, que é o refúgio de todos àqueles fiéis nos momentos de maior aflição, quando o assunto é mal da garganta, engasgo com espinha de peixe, brinquedos, objetos pontiagudos, alguma doença de difícil cura ou mesmo uma laringite, faringite ou amidalite, abençoe a todos em sua infinita caridade. Não nos deixeis adoecer, livrando-nos de qualquer mal, de qualquer perigo. Coloque suas mãos milagrosas sobre nossas gargantas e afaste toda a impureza ou malignidade que possa se apoderar dela. Rogai por nós, São Brás!

Louvor a São Brás

Ó bem-aventurado São Brás, que recebestes de Deus o poder de proteger os homens contra as doenças da garganta e outros males, afastai de mim a doença que me aflige, conservai a minha garganta sã e perfeita para que eu possa falar corretamente e assim proclamar e cantar os louvores de Deus. Eu vos prometo, São Brás, que a fala que sair da minha garganta será sempre: de verdade e não de mentira. De justiça e não de calúnias. De bondade e não de aspereza. De compreensão e não de intransigência. De perdão e não de condenação. De desculpa e não de acusação. De respeito e não de desacato. De conciliação e não de intriga. De calma e não de irritação. De desapego e não de egoísmo. De edificação e não de escândalo. De ânimo e não de derrotismo. De conformidade e não de lamúrias. De amor e não de ódio. De alegria e não de tristeza. De fé e não de descrença. De esperança e não de desespero. São Brás, conservai minha garganta livre daquela doença braba para que minhas palavras possam louvar a Deus, meu Criador, e agradecer a vós, meu protetor.
Assim seja.

COMPARTILHE