Santos

Frei Galvão: Conheça a história do primeiro santo nascido no Brasil

Frei GalvãoFrei Galvão

Mais conhecido como Frei Galvão, Santo Antônio de Sant’Ana Galvão foi o primeiro santo nascido no Brasil. Foi canonizado pela Igreja Católica na visita do papa Bento XVI ao país no dia 11 de maio de 2007.

Conheça um pouco mais sobre a vida desse santo brasileiro que é conhecido mundialmente.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

História de Frei Galvão

Frei Galvão, o padroeiro dos construtores, engenheiros e arquitetos nasceu no dia 10 de maio de 1739 em Guaratinguetá, no vale do Paraíba.

Galvão era o quarto de dez filhos de uma família muito religiosa, rica e nobre. Queria tornar-se jesuíta, mas por causa da perseguição movida contra a Ordem pelo Marquês de Pombal, seu pai o aconselhou a entrar para os franciscanos. Aos 13 anos, começou seus estudos no seminário, progredindo especialmente na construção civil e na prática cristã, compondo peças poéticas em latim, odes, ritmos e epigramas onde manifestava seu sentimento religioso.

O franciscano abriu mão das posses de sua família para atender ao chamado de Deus, percorrendo vilarejos a pé para pregar para os pobres.
Viveu a maior parte da sua vida na região de São Paulo e morreu em 23 de dezembro de 1822, aos 83 anos de vida. É lembrado pela sua dedicação a intensa oração e obras de caridade, além de relatos de fenômenos místicos atribuídos a ele como telepatia, premonição, levitação e casos de bilocação, fazendo-se presente em dois lugares diferentes ao mesmo tempo para cuidar de enfermos que clamavam por sua ajuda.

Dia de Frei Galvão

O Dia de São Frei Galvão é celebrado pela comunidade católica em 25 de outubro.

Pílulas de Frei Galvão

Frei Galvão era bastante procurado pelo seu alegado poder de curar doenças numa época em que os recursos médicos eram escassos.
Numa dessas ocasiões, o frade foi procurado por homens que lhe pediram que intercedesse pela saúde de seus familiares. Como não podia ir pessoalmente até os doentes, ele resolveu escrever uma oração num pedaço de papel, cortou em três pequenos pedaços e enrolou cada um como se fossem pílulas, recomendando que fizessem os pacientes tomar como remédio.

O texto estava escrito em latim:

Pos partum, Virgo, Inviolata permanansisti! Dei Genitrix, intercede pro nobis” (Depois do parto, ó Virgem, permaneceste Intata! Mãe de Deus, rogai por nós).

De acordo com relatos do período, os casos foram curados. Desde então, a fama se espalhou pelo país.

Até hoje suas pílulas são produzidas, conforme as orientações deixadas pelo próprio Frei Galvão, e distribuídas para os fiéis que formam longas filas em busca delas.

As pílulas de Frei Galvão podem ser adquiridas no Museu Frei Galvão em Guaratinguetá e no Mosteiro da Luz em São Paulo, cujo endereço é: Av. Tiradentes, 676, Bairro Luz, CEP: 01102-000, São Paulo/SP.

A fundação do Mosteiro da Luz

Frei Galvão é fundador do Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz, ou simplesmente, Mosteiro da Luz em São Paulo, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, uma das principais obras de sua vida e considerada uma das igrejas mais bonitas de São Paulo.

A construção foi erguida a partir de uma humilde capela afastada, em 1774, e ficou pronta em 1822, iniciando ali o Bairro da Luz na cidade de São Paulo.

O convento faz parte da Ordem das Irmãs Concepcionistas e enfrentou dificuldades numa época em que igrejas e outras edificações religiosas estavam proibidas em todo o império.

Além da arquitetura do prédio, Frei Galvão foi responsável pela orientação espiritual dada às primeiras Irmãs do novo recolhimento, escrevendo os estatutos e regras da congregação religiosa.

Na igreja do Mosteiro da Luz está o túmulo de Frei Galvão, que é visitado diariamente por seus inúmeros devotos em agradecimento pelas graças alcançadas.

Oração de  Frei Galvão

Para pedir a benção do Santo Galvão, confira abaixo a oração de Frei Galvão mais famosa: a Novena de Frei Galvão.

Deus de amor, fonte de todas as luzes, que cumulastes de bênçãos o vosso Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, nós vos adoramos e glorificamos, e vos agradecemos, porque nele fizestes maravilhas.

Ele, Senhor, por vossa inspiração, criou para o vosso povo sofrido aquelas Pílulas, sinal de vossa compaixão para com os irmãos enfermos, sinal seguro da mediação da Virgem Maria Imaculada; alcançai-nos, pela intercessão de Vossa Mãe, e do Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, que nós, ao tomarmos com fé e devoção estas Pílulas, consigamos a graça desejada (pedir a graça…), e procuremos conhecer sempre mais o Evangelho que ele viveu, cultivando com amor a vida Eucarística.

Ó Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, rogai por nós junto a Maria, para que obtenhamos do Pai Celeste a vida plena no amor da Santíssima Trindade.
Amém!

Instruções:

Rezar a Oração acima durante 9 dias;
No 5º dia, tomar a 2ª Pílula;
No 1º dia, tomar a 1ª Pílula;
No último dia, tomar a 3ª Pílula.

 

Conheça, também, a história de  outros famosos santos brasileiros.

COMPARTILHE