Religião Católica

Entenda a Hierarquia da Igreja Católica

Hierarquia da Igreja Católica

Há quanto tempo você frequenta missas e celebrações religiosas? Alguma vez você já parou para pensar em toda a estruturação e hierarquia da Igreja católica? Realmente são muitas as nomenclaturas e uma longa ordem religiosa. Por isso, vamos tirar algumas de suas dúvidas aqui nesse artigo!

Mas antes de começar, algumas curiosidades: Você sabia que KATHOLICÓS é um termo grego que significa “universal”? Tudo a ver com a universalidade geográfica e conceitual que a Igreja Católica representa, não é mesmo?

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Já o termo “apostólica” significa a continuidade do trabalho e da tradição dos apóstolos. E o termo “romana” devido à sede principal ser em Roma.

Temos, assim, a nossa Igreja Católica Apostólica Romana!

Conhecendo um pouco mais da Igreja Católica Romana

Segundo uma estimativa do Vaticano, há, aproximadamente, 1,2 bilhão de membros em todo o mundo. E, desse total, cerca de 40% dos fiéis estão na América Latina, sendo o Brasil o país com mais adeptos.

Para preservar a doutrina e liturgia da religião de forma universal, existe uma forte hierarquia na Igreja católica Ela é ramificada pelos cinco continentes. Essa estrutura permite que a Palavra de Deus seja celebrada da mesma maneira em qualquer parte do mundo.

A hierarquia da Igreja Católica e suas funções

Como você já bem sabe, a Igreja Católica possui uma hierarquização bem definida. Começando pelo “chefe da casa” temos o Papa, seguido do Cardeal, Bispo e do Padre.

Mas você sabe a função que cada um exerce na Igreja e qual a sua importância na hierarquia? Vamos contar isso agora!

Papa

O Papa é o mais alto grau de autoridade! O Bispo de Roma é o “comandante do colégio dos bispos”. É ele quem comanda a igreja de modo universal. Eleito pelos cardeais em assembleia fechada (chamada de conclave), possui cargo vitalício e soberania para governar a doutrina e a fé católica.

Cardeal

Abaixo apenas do Papa, é segundo título mais importante da Igreja Católica. São escolhidos pela própria autoridade máxima e o aconselham na liderança da Santa Sé.

Bispo

É considerado o sucessor dos apóstolos e, junto com o Papa, administra a diocese (reunião de paróquias). Tem o mando de estabelecer o sacramento da ordem e promover diáconos a padres.

Padre

Na hierarquia da Igreja Católica, é com quem nós fies temos mais contato. É um diácono que foi elevado ao título de padre. Ele recebeu a responsabilidade de comandar uma paróquia e exercer serviços sacerdotais, como celebrar missas e receber confissões.

Diácono

É todo religioso que está em seu último ano de estudo para a carreira clerical da Igreja Católica. Considerado o primeiro nível da ordenação, o Diácono pode, dentro da paróquia, realizar celebrações religiosas, casamentos e batismos.

Entre outras das suas atribuições, acompanha o padre e os bispos em celebrações dos ministérios.

Entenda o que são as chamadas Ordens religiosas

Na hierarquia da Igreja Católica existem duas Ordens distintas: as formadas por representantes do clero secular e a dos religiosos. São elas:

  • Ordem Maiores (ou clero secular);
  • Ordem Regulares (ou Ordens Fechadas).

Formada por Diáconos, Padres e Bispos que ajudam a governar toda a Igreja.

Ordem Regulares (ou Ordens Fechadas)

São formados por religiosos que seguem a vida de acordo com regras específicas ou tipos de atividades, como é o caso dos Franciscanos e dos Monges. Normalmente, são grupos de leigos ou clérigos que optara por seguir uma consagrada e se agruparam em ordens religiosas.

Ou seja, essas ordens não foram fundados pela hierarquia eclesiástica e cada uma possui seus traços peculiares e regime diferente. Mas a fé e a Igreja que lideram essas ordens e motivam os religiosos são as mesmas!

Conheça um pouco sobre as principais Ordens Regulares

Ordem de São Bento (monges beneditinos)

É a ordem Religiosa mais antiga da Igreja Católica e uma das mais famosas do Ocidente. Foi fundada por São Bento no ano de 529, em um convento italiano do Monte Cassino.

Tem como base regular a convivência social e são comprometidos com o voto de pobreza, dedicados ao amor a Deus e ao trabalho. Dão exemplo de prosperidade e prestigio.

Companhia de Jesus (padres jesuítas)

Fundada por estudantes da Universidade de Paris em 1534 e reconhecida pela bula papal 6 anos depois. Foi liderada por Inácio de Loyola, um ex-soldado basco convertido à vida religiosa depois de resistir a graves ferimentos de um tiro de canhão.

A ordem é conhecida por seu trabalho educacional e missionário.

Irmãos Maristas

Ordem fundada em um pequeno vilarejo da França, em 1817, no meio do período de pós-revolução. Naquela época, poucos pessoas tinham acesso à educação, fato que motivou um jovem padre a educar e evangelizar jovem e crianças e jovens.

Até hoje, a ordem permanece com a missão de educar, evangelizar e dar assistência aos mais necessitados e carentes. Beneficiando milhares de crianças, jovens e adultos.

Ordem dos Salvatorianos

São aqueles que se sentem salvos por Jesus e creem que confiar na ação de Deus é estar cheio de esperança, cultivando ideias nobres na construção de um mundo melhor.

Ordem dos Franciscanos

Uma das ordens mais conhecidas da Igreja católica.

Fundada por São Francisco de Assis, a fraternidade consagra irmãos que vivem totalmente a Deus, vivendo o Evangelho na Igreja. Assim como também fez seu fundador.

Quando São Francisco de Assis decidiu estender a ordem ao público feminino, teve como primeira religiosa a jovem Clara Offreduccio. A ordem ficou, então, conhecida como Ordem de Santa Clara ou Clarissas.

A vocação da Ordem se finda em um Cristo pobre e despojado, divino e humanizado, Senhor de todos.

Irmãos Dominicanos

Popularmente conhecida como Ordem dominicana, a Ordo Praedicatorum teve origem em grupo pequeno de homens, orientado por Domingos de Gusmão, que passou a disseminar a palavra de Deus.

A Ordem continua, até hoje, pregando pelo estudo aprofundado da doutrina como forma de evangelizar concretizar a imagem iluminada que São Domingos transmitiu aos descendentes espirituais.

Ordem dos Salesianos

Fundada em 1859, por São Dom Bosco, a Ordem recebeu esse nome devido à grande admiração que seu fundador tinha por São Francisco Sales.

Aqui, os religiosos buscam viver de modo pastoral, dependendo da comunidade da qual faz parte. Em meio à cultura local, conseguem compreender quais são as verdadeiras necessidades. E, dessa forma, podem servir da melhor forma possível, mantendo a comunhão com a Igreja.

Irmãs Paulinas

As Filhas de São Paulo fazem parte de uma Ordem religiosa de mulheres que anunciam o Evangelho. Utilizando as diversas formas e meios de comunicação.

Seguindo os passos do Apóstolo Paulo, assumiram o anúncio do Evangelho como meta de vida.

Principais diferenças entre os templos católicos

Ainda falando sobre a Hierarquia da Igreja católica, podemos resumir os principais templos da seguinte forma:

Igreja

É o local no qual o padre celebra missas e exerce sua influência sobre uma paróquia (equivalente a uma região ou a um bairro);

Diocese: abrangência territorial constituída por um determinado número de paróquias, localizadas em vários municípios, geograficamente próximos.

Catedral

A principal igreja de uma diocese. O Bispo repassa instruções do Papa aos padres das paróquias.

Basílica

Catedral pomposa. Só é possível se tornar uma basílica com a aprovação do papa.

Ufa, quanta informação! E, se tratando de Hierarquia da Igreja católica, poderíamos estender por muitas linhas ainda! Mas já deu para aprender bastante. E em outros artigos vamos poder esclarecer mais algumas dúvidas e curiosidades sobre a Hierarquia da Igreja católica.

COMPARTILHE