Igrejas e Santuários

Igreja de São Cristóvão: Conheça as mais mais famosas do Brasil

Igreja de São CristóvãoIgreja de São Cristóvão

Seu nome verdadeiro era Réprobo e foi o filho primogênito do rei de Canaã, nascido no século lll. É considerado um mártir cristão, aquele que morre por uma causa. Mesmo sabendo muito pouco sobre sua trajetória de vida, é um dos santos mais populares e importantes do mundo. Conhecido por guiar seus devotos em segurança ganhou algumas igrejas em seu favor. Conheça as principais construções dedicadas a São Cristóvão.

História de São Cristóvão

A história de São Cristóvão começou quando ele, após crescer e virar um homem grande e forte percebeu que algo não estava certo enquanto servia o Rei de Canaã, e após sentir isso, saiu em busca do Rei dos reis.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Após servir ao Rei de sua cidade natal, Cristóvão decidiu servir ao demônio: Satanás, pois ele era muito temido, e assim chegou na conclusão de ser o mais forte. Quando passava por um deserto, Cristóvão encontrou um homem com uma aparência horrível e esse homem era justamente Satanás, ele pediu para ser seu servo e foi aceito de imediato.

Um dia enquanto caminhavam juntos, o demônio ao avistar uma cruz na estrada decidiu fazer um desvio longo e cansativo para passar bem longe dela. Cristóvão ficou intrigado e perguntou o por quê de todo esse trabalho; e então o demônio respondeu: “Tenho medo da cruz, pois uma vez houve um homem chamado Jesus Cristo que, por meio de Sua morte na Cruz, trouxe a salvação para a humanidade, e quando vejo Seu sinal, fico aterrorizado e fujo dele.” Dito isso, Cristóvão percebeu que Jesus Cristo era superior a Satanás e saiu para o encontro de seu verdadeiro Senhor.

A busca de São Cristóvão pelo Criador

Diante de suas incansáveis buscas, encontrou um eremita que disse que para encontrar Jesus Cristo teria que levar uma vida de jejum e orações, mas Cristóvão não achou que fosse capaz de fazer isso e rejeitou. Com isso, o eremita então sugeriu que com sua estatura física ele seria capaz de ajudar a fazer a travessia de pessoas em um rio próximo que era perigoso e Cristóvão aceitou essa proposta e decidiu que esse era seu caminho para achar o Criador.

Em uma noite, uma criança apareceu em sua humilde casa próxima ao rio e pediu ajuda para atravessá-lo. Cristóvão pegou seu cajado, colocou a criança em seus ombros e entrou no rio. Nesse caminho Cristóvão percebeu que algo estava errado e que quanto mais andava, mais agitado ficava o rio e mais pesada a criança ficava; mas com muito esforço conseguiu levar o menino com segurança.

Após deixar o garoto em terra firme disse que era como se ele estivesse carregando o mundo todo em seus ombros, e foi aí que o garoto respondeu: “Bom homem, não te espantes, pois não só carregaste o mundo inteiro como também o dono do mundo. Eu sou Jesus Cristo, o Rei que estás a servir neste mundo, e, para que saibas que digo a verdade, põe teu cajado no chão junto à tua casa e amanhã verás que ele estará coberto de flores e de frutos”. Foi assim que ele conheceu Jesus e recebeu o nome de Cristóvão – O condutor de Cristo.

O milagre do florescimento e sua morte

Depois do grande dia, São Cristóvão partiu para Lícia – nome de uma região da antiga Ásia Menor onde hoje estão localizadas as províncias de Antália e Muğla – ao encontro de cristãos que estavam na prisão para amenizar seus sofrimentos, e quando foi descoberto, apanhou muito dos homens que o seguiam e quando todos achavam que ele seria derrotado, jogou o seu cajado no chão pedindo a Jesus Cristo para reflorescer as flores e frutas como tinha feito em sua casa. Isso aconteceu diante de mais de 8 mil pessoas, que agora também tinham fé.

Logo após o ocorrido, Cristóvão foi levado ao rei, que fez de tudo para fazer com que desistisse e se opusesse a sua fé mas ele permaneceu mais forte do que tudo. Sua fé era inabalável e tão forte quanto seu físico; o que o rei tinha feito foi completamente em vão. No dia seguinte, São Cristóvão foi decapitado após a ordem do imperador Décio.

A importância da missão de São Cristóvão

Cristóvão precisou conhecer o lado obscuro, chegou a ser servo de Satanás, porque o julgava como mais forte e poderoso, para então entender que a força do mal e do pecado nunca se igualaria ao poder e ao amor de Jesus Cristo que morreu na cruz por todos os nossos pecados.

Mesmo assim tendo se unido a Satanás, quando buscou a Deus, foi aceito como servo e ainda foi usado como testemunha dos milagres divinos frente a uma multidão. Cristóvão foi usado de acordo com o propósito que seu coração se disponibilizou a fazer para encontrar Deus. A travessia do rio, acabou por conduzi-lo ao seu encontro surpreendente com o Criador. E você, qual o propósito seu coração tem buscado para conhecer e se aproximar do coração e do corpo de Cristo?

Leia mais sobre a história de São Cristóvão.

Igreja de São Cristóvão no Brasil

No Brasil existem diversas igrejas dedicadas a São Cristóvão, o santo padroeiro de viajantes e condutores é muito venerado em terras brasileiras, já que o país é totalmente interligado por rodovias.

Motoristas e familiares de caminhoneiros são muito devotos deste intercessor que tem a missão de conduzir fiéis em segurança por onde andam. Essa devoção levantou muitas igrejas nos quatro cantos do país. As principais Igrejas dedicadas a São Cristóvão ficam localizadas em nas regiões sul e sudeste:

Igreja de São Cristóvão em Uberlândia

Dom Estevão Cardoso de Avellar, filho de Antônio Pereira de Avellar e Anna Cardozo de Avellar, nasceu no dia 04 de novembro do ano 1917, na cidade de Três Corações, em Minas Gerais, onde recebeu os Sacramentos do Batismo, da Primeira Eucaristia e da Confirmação, num ambiente piedoso e profundamente católico.

Em Uberlândia, desenvolveu intenso trabalho pastoral nas vastidão territorial da Diocese que sofria com a falta de padres. Naquele ano, Uberlândia tinha 06 paróquias na área urbana e não tinha seminário.

Dom Estevão, com audácia, abriu o Seminário. Foi criando paróquias para suprir a necessidade de padres e do acesso a religião em Minas Gerais. A Paróquia de São Cristóvão de Uberlândia foi criada em 11 de Setembro de 1979. A igreja fica localizada na Rua Padre Américo Ceppi, 190 – Bairro Brasil, em Uberlândia, Minas Gerais.

Igreja de São Cristóvão em Betim

A Comunidade São Cristóvão teve início em 30 de maio de 1982, onde se reuniram algumas pessoas na casa da dona Silvina Júlia de Carvalho. Desde 1980, já haviam grupos de oração e círculos bíblicos nas casas, com a partilha da palavra de Deus.

A liderança, pessoas escolhidas pela pequena comunidade foram ao encontro do Padre Francisco Leny, Pároco da Paróquia Jesus Operário, conversar sobre a possibilidade da criação de uma nova comunidade.

Após a conversa com o Padre Francisco foram organizadas equipes de trabalho e em 06 de junho de 1982 aconteceu a 1º Celebração. O Padre Francisco Leny foi presença marcada em quase todos os conselhos desde o início sempre apoiando e ajudando na organização.

A década de 80, para a Comunidade São Cristóvão foi marcada pela atuação concreta na vida do bairro. A Comunidade como um todo participava nas associações de bairros, manifestações para melhorar transporte, iluminação pública, saúde, patrulhamento das ruas, grupos de senhoras lutando por melhores dias. Tudo isso com o empenho dos padres combonianos.

Os Missionários Combonianos ao verem a fé e os trabalhos da pequena comunidade doaram para 02 lotes, sendo que a Arquidiocese de Belo Horizonte pagou pela escritura pública de doação.

A animação da comunidade era tamanha que em 25 de julho de 1982 que foi organizada a 1ª procissão saindo da casa do Sr. Mário e Sra. Floriza, culminado com a colocação da pedra fundamental da igreja.

A comunidade reunida construiu uma parte da igreja, onde já se iniciou os trabalhos pastorais e a realização de casamentos e batizados.

Em 1988, ocorreu o desmembramento da Paróquia Jesus Operário e a criação da paróquia Maria Mãe dos Pobres. Pouco tempo depois, houve um novo desmembramento da Paróquia Maria Mãe dos Pobres e a criação da Paróquia São Cristóvão.

A Comunidade São Cristóvão fica localizada na Rua Volta Redonda, nº 157, bairro São Cristóvão, Betim, Minas Gerais.

Igreja de São Cristóvão em Alfenas

Em Alfenas, foi construída a Paróquia São Sebastião e São Cristóvão localizada na Avenida João Soares Leite, 28 – Jardim Panorama em Alfenas – MG, atualmente sob comando do Pe. Gilmar Antônio Pimenta e pertencente a Diocese de Guaxupé.

Igreja de São Cristóvão em Belo Horizonte

A Paróquia São Cristóvão da Arquidiocese de Belo Horizonte está situada na Praça São Cristóvão – São Cristóvão, em Belo Horizonte – MG. A Igreja dedicada a São Cristóvão em Belo Horizonte consta que foi criada em 25 de julho de 1950. Atualmente o pároco responsável é o Pe. Sebastião Acácio Rodrigues.

Igreja de São Cristóvão em Cascavel

A Igreja de São Cristóvão de Cascavel no Paraná, fica localizada na Avenida Brasil, 3.300 no bairro de São Cristóvão. Os registros mostram que a Paróquia foi criada em 16 de Abril de 1972.

Igreja de São Cristóvão em Itajaí

A Capela São Cristóvão, pertencente à Paróquia do Santíssimo Sacramento, foi instituída em 1959. Dom Afonso Niehues decretou em 18 de fevereiro de 1968 que a Capela de São Cristóvão foi elevada à categoria de Paróquia, com território desmembrado, em sua totalidade, da Paróquia do Santíssimo Sacramento.
Atualmente, o pároco responsável é o Pe. Hélio Feuser que junto aos Padres Nivaldo Souza, Afonso Molinari e Sérgio Costa que atuam como vigários.

A Paróquia de São Cristóvão de Itajaí está localizada na Rua Odílio Garcia, 456 – Bairro Cordeiros – Itajaí, Santa Catarina.

Igreja de São Cristóvão em Pelotas

A Paróquia São Cristóvão de Pelotas, localizada na Rua Lindolfo Color, 80, no bairro Três Vendas, foi fundada pelo padre José Scharamm em 9 de julho de 1985, por motivação do bispo diocesano Dom Jayme Henrique Chemello.

Desde então tornou-se famosa por criar uma festa em homenagem a São Cristóvão, o santo popular que carregou Cristo e até hoje é reconhecido como protetor dos motoristas e dos viajantes.

Igreja de São Cristóvão em Toledo

Inicialmente como não havia igreja em Toledo, para participar das celebrações dominicais, o povo se dirigia à Paróquia Cristo Rei, atual Catedral. Posteriormente, com apoio de Willy Barth, do padre Antônio Patuy e da Indústria de Beneficiamento de Madeira de João Bombardelli, a comunidade se mobilizou para ter sua capela.

O templo edificado para reunir a comunidade aos domingos contou com os trabalhos gratuitos e generosos de muitos irmãos que eram fiéis e devotos.
A modesta capela erguida tinha chão rústico e bancos feitos com tábuas de madeira aplainada.

A inauguração se deu no dia 30 de julho de 1967 e foi consagrada a São Cristóvão. Neste dia houve missa solene celebrada pelo padre Raulino Cavaglieri, seguida de procissão, benção dos carros e festa popular.

O bispo D. Armando Círio ciente do rápido crescimento do bairro da Vila Industrial e das comunidades emergentes em meio às roçadas, para auxiliar espiritualmente o rebanho a ele confiado e com auxílio dos padres conhecedores dessa realidade,, resolveu criar a Paróquia São Cristóvão, desmembrando-a da Paróquia da Catedral Cristo Rei.

A instalação da paróquia se deu no dia 12 de novembro de 1977. O primeiro pároco foi o Padre Marino Knopf, nomeado em 15 de abril de 1978.
A Igreja fica localizada na Rua Santos Dumont, no centro de Toledo/PR.

Igreja de São Cristóvão em São Paulo

Igreja de São Cristóvão em São Paulo

O edifício foi construído originalmente em 1855 e inaugurado em 1856. Antes de se tornar a Paróquia São Cristóvão foi a Capela do Seminário Episcopal. Ela está localizada na Avenida Tiradentes, no bairro da Luz, zona central de São Paulo.

A paróquia de São Paulo também já foi restaurada em 2001 por conta de sua estrutura simples que estava se deteriorando e até hoje é muito procurada e visitada por fiéis que procuram proteção.

Devoto de Cristóvão? Conheça também oração de São Cristóvão.

COMPARTILHE