Igrejas e Santuários

Igreja de São Judas Tadeu

Igreja de São Judas Tadeu

Nascido em Caná da Galiléia, recebeu o nome que significa “Deus seja louvado” pelo seu pai Alfeu e sua mãe Maria Cléofas, fazendo-o assim, primo-irmão de Jesus e também um de seus 12 apóstolos. Conheça a Igreja de São Judas Tadeu mais próxima.

História de São Judas Tadeu

A história começa após os apóstolos receberem o Espírito Santo e partirem para a evangelização dos povos. São Judas Tadeu começou pela Galiléia, sua cidade natal. Viajou para Samaria (região montanhosa do Oriente Médio) e outros lugares judaicos.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Evangelizou a Síria, Armênia e a Mesopotâmia (atual Irã), onde conheceu o também apóstolo, e agora companheiro, Simão que evangelizava o Egito.

Os dois então partiram para Pérsia, em sua nova missão de evangelizar os pagãos.

Dedicou sua vida a pregar a fé

Sua pregação era feita com energia, era vigorosa e cheia de fé. Ele se entregou por completo a Jesus Cristo e dedicou sua vida à evangelização dos que não acreditavam.

Com isso, na Pérsia, muitos pagãos e povos de outras religiões foram cativados por sua palavra e se converteram ao cristianismo.

Martírio

Depois de vários povos se converterem ao cristianismo pelo caminho de São Judas Tadeu e Simão, os poderosos no poder da Pérsia, ficaram enfurecidos, e São Judas Tadeu junto ao seu companheiro foram condenados à morte.

Os dois foram levados e presos no templo do sol e recusaram-se a abandonar o Nosso Senhor e a cultuar a deusa Diana (que na mitologia romana, era a deusa da lua e da caça). Nesse momento, São Judas disse: “Para que fiqueis sabendo que estes ídolos que vós adorais são falsos, deles sairão os demônios e os hão de quebrar”. E nesse minuto, dois monstruosos demônios quebraram o templo e desapareceram.

Após isso, foram imediatamente assassinados. Morreram como mártir por pregar a fé incondicionalmente, no dia 28 de outubro do ano de 70 d.C.

Igreja de São Judas Tadeu

 
O Santo das Causas Impossíveis e primo de Cristo tem igrejas e capelas em quase toda cidade brasileira, tamanha a sua popularidade na religião católica.

Judas Tadeu ganhou inclusive santuários maiores e mais sofisticados para que os romeiros possam levar suas súplicas com mais conforto e comodidade.

Há santuários dedicados ao Santo nas arquidioceses do estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Nesses lugares, no dia 28 de outubro, há festas com missas, procissões e louvores durante o dia todo. A seguir conheça as maiores igrejas dedicadas a São Judas Tadeu

Igreja de São Judas Tadeu em São Paulo

O santuário dedicado ao Santo está localizado no bairro Jabaquara, na capital paulista. No dia do Santo, acontecem Missas de hora em hora desde às 5h da manhã até às 17h da tarde. À noite, haverá procissão às 18h30 e Missa campal solene, às 20h.

A Paróquia foi criada pelo Arcebispo Dom José Gaspar de Affonseca e Silva, que também criou outras 24 paróquias na época, era um momento onde ainda existiam poucas igrejas.

No dia 18 de novembro de 1997, foi publicado o decreto de Dom Paulo Evaristo Arns, Arcebispo de São Paulo na época, elevando a Igreja de São Judas Tadeu Apóstolo à categoria de Santuário.

Veja mais sobre o Santuário de São Judas Tadeu da capital de São Paulo.

Igreja de São Judas Tadeu em Belo Horizonte

É na Rua Macaé, nº 629 em Belo Horizonte que o Santuário se localiza. No dia de São Judas Tadeu dá início às comemorações à meia noite, com Missa presidida pelo Arcebispo Dom Walmor Oliveira. Em seguida, às 2h, teve início a vigília, e desde às 4h até às 22h, são celebradas Missas a cada duas horas. Além disso, durante todo o dia os fiéis fazem Adoração ao Santíssimo Sacramento.

O Santuário começou como um pequeno palanque coberto por sapé, fruto do trabalho dos vicentinos. Em 31 de dezembro de 1954, dom Antônio dos Santos Cabral, arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, criou a paróquia desmembrada das paróquias de Nossa Senhora das Graças e da Sagrada Família (provisão n. 85).

A primeira festa de São Judas Tadeu foi celebrada, com grande devoção e entusiasmo, no dia 28 de outubro de 1955. Ainda hoje, antigos moradores do bairro se orgulham por terem contribuído com seu trabalho para a construção da igreja, cuja pedra fundamental foi lançada no dia 28 de dezembro de 1958, na festa do padroeiro.

Veja mais em Santuário de São Judas Tadeu no Rio de Janeiro.

Igreja de São Judas Tadeu no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o Santuário fica localizado na R. Cosme Velho, nº 470, no bairro Cosme Velho e no seu dia, as Missas são também celebradas de hora em hora, das 6h da manhã às 10h da manhã, e de 12h às 20h.

A Paróquia São Judas Tadeu foi fundada em 1º de janeiro de 1945, quando Arcebispo do Rio de Janeiro, o então Cardeal Dom Jaime de Barros Câmara, celebrava seu jubileu de prata sacerdotal.

A Paróquia estava criada, mas, embora já tendo Pároco na pessoa do Padre Luiz Gonzaga de Campos Góes, não possuía igreja ainda. Começou a funcionar, com a celebração de Missas, na casa do Sr. João Xavier de Brito, à Rua Smith de Vasconcelos, 34.

A Igreja foi oficialmente inaugurada no dia 28 de dezembro de 1968, pelo Cardeal D. Jaime de Barros Câmara, e consagrada a 28 de agosto de 1985, pelo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales. O audacioso projetor do templo é o Arquiteto Benedito de Jesus Calisto Netto.

Na cidade, o santo é considerado o padroeiro do time de futebol Flamengo. A devoção ao santo das causas impossíveis começou na década de 1950, quando o time estava há muitos anos sem ganhar uma competição.

O santo foi nomeado como responsável pelo tricampeonato estadual de 1953, 1954 e 1955, após o pároco da Igreja de São Judas Tadeu, do Cosme Velho, rezar uma Missa no local da sede do clube. Conheça melhor a história completa do Santuário de São Judas Tadeu no Rio de Janeiro.

Igreja de São Judas Tadeu em Bauru

Em Bauru, localizada no interior do estado de São Paulo, a Paróquia de São Judas Tadeu que homenageia ao mesmo tempo São Dimas, fica localizado na R. Fernando Costa, nº 3-10, no bairro Jardim Estoril.

As celebrações das Missas são também celebradas de a partir das 08 às quintas-feiras, às primeiras sextas do mês a partir das 16h; sábado às 19h30, domingo às 08h e todos os dias 28 de cada mês também há celebração de missa às 19h30 (exceto quando cai em domingo).

A Paróquia de São Judas Tadeu foi inaugurada em 21 de Maio de 1962 e faz parte da Comunidade do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, pertencente a Diocese de Bauru criada em 15 de fevereiro de 1964, mediante a Bula Christi Gregis, do papa Paulo VI, no contexto histórico do Concílio Vaticano II, que deu novos rumos à Igreja Católica, e do regime militar que oprimiu o país.

A Diocese passou a possuir 5.845 km², 12 municípios e 18 paróquias. Sua população somava 251.065 habitantes. A Arquidiocese de Botucatu cedeu as cidades de Agudos, Bauru, Boracéia, Cabrália Paulista, Duartina, Gália, Lucianópolis, Pederneiras e Piratininga, enquanto a Diocese de Lins cedeu Arealva, Avaí e Iacanga para a formação da nova Igreja Particular, como também é chamada cada diocese católica. Veja mais detalhes da Paróquia dedicada a São Judas Tadeu em Bauru.

Igreja de São Judas Tadeu em Ipatinga

Em Ipatinga também há uma Paróquia dedicada a São Judas Tadeu, que realiza missas em honra de seu pároco em todos os dias 28 de cada mês às 19h30.

A Igreja fica localizada na Avenida Galileia, 20, no bairro Canaã em Minas Gerais.

Igreja de São Judas Tadeu em Petrópolis

A cidade de Petrópolis também tem sua Paróquia dedicada a São Judas Tadeu, no Rio de Janeiro, fica localizado na R. Mosela, nº 1.445.
Em 13 de abril de 1946, pela Bula “Pastoralisquaurgemur”, o Papa Pio XII criou a nova Diocese de Petrópolis, com território desmembrado das Dioceses de Niterói e Barra do Piraí.

O território da Diocese de Petrópolis une municípios de Petrópolis, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto, Magé, Guapimirim, Duque de Caxias, São João de Meriti, parte do município de Três Rios (Bemposta) e parte do município de Paraíba do Sul (Paróquia de Inconfidência).

Com a criação da Diocese de Nova Iguaçu a 26 de março de 1960, Petrópolis cedeu-lhe o município de São João de Meriti; a 11 de outubro de 1980 a Diocese perdia também o município de Duque de Caxias para formar (com o de São João de Meriti) a Diocese homônima. Saiba mais sobre a Paróquia de São Judas Tadeu de Petrópolis.

Conheça também a  Oração de São Judas Tadeu.

COMPARTILHE