Religião Católica

Judas Tadeu e Judas Iscariotes: de semelhança só o nome

Judas Tadeu e Judas Iscariotes

A semelhança nos nomes é o que justamente pode acabar causando determinadas confusões quando pensamos em Judas Tadeu e Judas Iscariotes, mas, além do nome parecido, ambos receberam o mesmo convite de Jesus Cristo: caminhar ao lado dele, propagando a mensagem de amor e doação ao próximo do Evangelho.

O que os diferenciou, principalmente, foi a maneira como cada um deles encarou este convite, e o que fizeram com a oportunidade que lhes foi dada. As próprias passagens encontradas no livro do Evangelho deixam claro as direções tomadas por cada um deles.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Vamos juntos conhecer um pouco mais sobre o acolhimento da palavra de Cristo na vida destas duas figuras emblemáticas na história da igreja e suas principais diferenças.

Quem foram Judas Tadeu e Judas Iscariotes

Para quem não está muito familiarizado com a bíblia pode se confundir. Mas Judas Tadeu e Judas Iscariotes foram duas pessoas completamente diferentes. As semelhanças são apenas o nome e o fato de quem ambos faziam parte dos 12 apóstolos de Cristo, escolhidos a dedo por ele mesmo. Confira abaixo a breve história de cada um.

Quem foi Judas Tadeu

Nascido de uma família judaica, Judas Tadeu era irmão do apóstolo Tiago. Ele aparece no Evangelho questionando Jesus ao dizer: “Senhor, porque te manifestarás a nós e não ao mundo” (Jo 14:22). Sua dúvida, de maneira ainda leiga, indagava sobre a magnitude de Jesus tanto com seus fiéis seguidores, quanto com o povo ao redor do mundo.

Ele não compreendia de maneira clara o motivo de Jesus Cristo optar por se fazer entender primeiramente entre os seus. Uma vez que, fazendo isso, ele conseguiria atingir muitos outros povos e seguidores. Os discípulos eram braços de Jesus e de sua palavra. Eles foram responsáveis por também propagar a mensagem de amor divina e a misericórdia de Deus entre fiéis de diferentes lugares do mundo, em suas missões e pregações.

Mas, mesmo assim, diante de sua dúvida e falta imediata de compreensão, não arredou a companhia de Jesus, e fez de sua palavra um instrumento por onde passasse, conduzindo e ensinando povos de diferentes lugares sobre o poder de Deus e de seu filho Jesus.
De discípulo tornou-se Santo, logo após uma morte em martírio por sua fé. Seu dia é celebrado em 28 de outubro, data em que, de acordo com a história, teria sido morto com golpes de lanças.

São Judas Tadeu é padroeiro das causas impossíveis, conhecido por sua intercessão em todos os cantos do mundo.

Oração de São Judas Tadeu

A oração de São Judas Tadeu é conhecida por suas preces que buscam a intercessão diante de situações e causos que parecem impossíveis de serem solucionados. Mas, diante de Deus e seus intercessores, nada é impossível.
Sendo assim, confie e ore pela intercessão de São Judas Tadeu. O impossível ele pode transformar!

São Judas Tadeu, glorioso Apóstolo, fiel servo e amigo de Jesus!
O nome de Judas Iscariotes, o traidor de Jesus, foi causa de que fôsseis esquecido por muitos, mas agora a Igreja vos honra e invoca por todo o mundo como patrono dos casos desesperados e dos negócios sem remédio. Rogai por mim, que estou tão desolado.
Eu vos imploro, fazei uso do privilégio que tendes de trazer socorro imediato, onde o socorro desapareceu quase por completo.
Assiste-me nessa grande necessidade, para que eu possa receber as consolações e o auxílio do céu em todas as minhas precisões, tribulações e sofrimentos. São Judas Tadeu, alcançai-me a graça que vos peço (pedido).
Eu vos prometo, ó bendito São Judas Tadeu, lembrar-me sempre deste grande favor e nunca deixar de vos louvas e honrar como meu especial e poderoso patrono e fazer tudo que estiver ao meu alcance para espalhar a vossa devoção por toda a parte.
São Judas Tadeu rogai por nós.

Quem foi Judas Iscariotes?

Tão popular quanto Judas Tadeu, mas por motivos inversos, o conhecido Judas Iscariotes acabou optando pelo caminho inverso ao proposto por Jesus. Conhecido pela cena de traição na última Ceia compartilhada por Jesus Cristo e seus discípulos, Iscariotes até mesmo se arrependeu, mas, não acreditando na misericórdia de Deus, tirou sua própria vida.

No ponto em que Judas Tadeu atendeu ao chamado de Jesus, Judas Iscariotes foi movido pelo ódio e optou por trair o companheirismo e trajetória de Cristo. O caso é relatado, especialmente, no livro escrito por Mateus, na Bíblia Sagrada. Lá, é possível encontrar os relatos de que Judas Iscariotes já tentava de diferentes maneiras descreditar os feitos de Jesus Cristo ou até mesmo burlar processos que todos vivenciavam, a fim de se dar bem frente aos demais.

O Evangelho de João também relata passagens onde Judas Iscariotes mostrava-se ou tinha intenção de se sair de forma superior quando perto dos seus companheiros, ou até mesmo dos menos favorecidos e de menor compreensão. Aproveitando-se assim de sua inocência e humildade.

Nomes iguais, Histórias diferentes
Nomes iguais, Histórias diferentes

Judas Iscariotes e Judas Tadeu. Apesar dos nomes semelhantes, ambos fizeram escolhas que os levaram a caminhos completamente diferentes. Mas, o mais importante a ressaltar é que: os dois tiveram as mesmas chances, porém, optaram por trajetos e atalhos diferentes para alimentar suas ambições, que também eram completamente divergentes.

Enquanto um se preocupou com as causas do próximo, o outro preocupava-se em manter vivo o seu egoísmo e suas estratégias para fazer o bem apenas a si mesmo.

Lições para a vida nos dias atuais

Trazendo o exemplo para nossas vidas, todos os dias somos colocados frente a escolhas e decisões, e elas permeiam nossos caminhos dali em diante. É importante termos zelo e apreço por cada sim e cada não que dizemos. Eles terão futuramente consequências, e se fizermos escolhas mal calculadas, pagaremos o preço por nos precipitarmos ou por não estendermos a mão ao próximo, abdicando dos nossos próprios quereres.

COMPARTILHE