Notícias

Papa Francisco recebe o Centro de Voluntariado Sardenha Solidária

Sardenha Solidária

O Papa Francisco recebeu, no Vaticano, na última sexta-feira (30) cerca de 700 membros do Centro de Serviço para o Voluntariado, o “Sardenha Solidária”.

Por ocasião do 20º aniversário de sua fundação, o pontífice elogiou o empenho de quem se dedica ao próximo sem esperar nada em troca.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Admiração pelos voluntários

O evento foi realizado para que o Papa demonstrasse o seu reconhecimento pelos membros voluntários, dizendo:

O serviço de voluntariado solidário é uma escolha que torna livres e abertos às necessidades do outro, às exigências da justiça, à defesa da vida, à salvaguarda da criação com uma atenção tenra e especial pelos doentes e, sobretudo, pelos anciãos, que são um tesouro de sabedoria.

Em outras palavras, Francisco manifestou seu apreço por todos aqueles que praticam atos de bondade e solidariedade. E ainda ressaltou o contexto de pobreza e dificuldade vivido pela ilha italiana, que, apesar dos pesares, tem recebido populações de alguns dos “países mais pobres do mundo”.

O Santo Padre acrescentou ainda que “nessa perspectiva, souberam acolher e incluir aqueles que chegaram à Sardenha vindo de outras terras em busca de paz e de trabalho”.

Palavras de encorajamento

Francisco quis reforçar a importância desses atos e encorajou todos que ali estavam presentes para prosseguirem em suas atividades.

Encorajo-os a prosseguir com paixão a missão de vocês, buscando todas as formas possíveis e construtivas para despertar na opinião pública a exigência de comprometer-se pelo bem comum, em auxílio aos fracos e aos pobres.

Declarou o Papa alegando, também, que as instituições públicas podem e devem criar condições favoráveis para o reconhecimento do outro como nosso irmão. Pois, para ele, “é o amor a Deus que nos faz sempre reconhecer no outro o próximo, o irmão ou a irmã a ser amado.”

Sardegna Solidale

 
 

O Centro de Serviços Voluntários, Sardegna Solidale, visa apoiar e qualificar a atividade voluntária promovida pelas organizações voluntárias operando na Sardenha, e ativar os serviços de voluntariado, incentivando seu crescimento organizacional, cultural e social. E promover a cultura de solidariedade com iniciativas apropriadas.

Além disso, o Sardegna Solidale oferece os serviços de consultoria e assistência, documentação, serviço social dentre outros.

Melhorar a riqueza de recursos humanos e experiência significa apoiar as respostas contínuas de solidariedade e aquelas no estado nascente promovidas por organizações voluntárias que operam na ilha, e visam, principalmente, a proteção dos direitos humanos e civis, a identificação e remoção as causas que causam situações de sofrimento e exclusão social, especialmente nos setores mais fracos, respeito ao meio ambiente e crescimento da cultura de solidariedade em nossa sociedade.

Leia mais notícias do mundo católico no Rumo da Fé.

COMPARTILHE