Religião CatólicaUncategorized

Entenda como a religião nos ajuda a passar pelo luto

igrejas de sao joseigrejas de sao jose

Perder alguém nunca é fácil. Quem já sofreu com uma grande perda sabe como a religião nos ajuda a passar pelo luto. Ter fé é essencial para não se deixar abater nesses momentos.
Sentir tristeza ao se despedir de alguém é natural e necessário. No entanto, o processo de dor pode ser amenizado com ajuda de uma crença. É preciso vivenciar o luto para conseguir conforto.

Entendendo o que é o luto

O luto é um sentimento universal que pode ser experimentado de diferentes maneiras. Cada indivíduo pode ter uma reação distinta perante a morte de alguém valoroso e amado. E embora possa ser desafiador, é algo que precisa ser vivido para conseguir aceitar a perda.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

O objetivo do luto é permitir que a dor inicial vá amenizando, deixando apenas a saudade. Este processo pode variar de acordo com a proximidade com a pessoa que se foi, assim como as circunstâncias de sua despedida e a rede apoio ao seu redor.

É comum que este luto seja vivido em estágios diferentes. Para alguns, a percepção inicial é de raiva pelo que aconteceu. Outros, tentam negar a tristeza da perda, fingindo que nada aconteceu. São poucos os que têm a serenidade para aceitar imediatamente a partida como algo natural.

Saiba mais sobre o Dia de Finados.

Jesus também sentiu a dor da perda

Por mais que você saiba que esta hora vai chegar, perder alguém é sempre uma dor muito grande. Mesmo em caso de doenças de longa duração, o sentimento de vazio toma conta. E a verdade é que até mesmo Jesus chorou quando Lázaro morreu.

Ou seja, é normal sofrer quando alguém se vai. Se trata de um momento de vulnerabilidade, e algumas pessoas chegam a sentir até mesmo dores físicas quando são afetados por alguma morte. As lágrimas servem para exacerbar esse momento necessário.

A morte é uma parte natural da vida

Por mais que não pareça, morrer é tão importante e natural quanto nascer. O fim da vida, mesmo que traga dor, faz parte da evolução humana.

Infelizmente, algumas vidas são interrompidas no que parece ser antes da hora. No entanto, o morrer nem sempre vem acompanhado de explicações. Talvez essa seja a maior dificuldade de quem não sabe lidar com uma perda.

Como fazer para se sentir mais preparado

Mesmo quem acompanha o processo até uma morte não está preparado para viver sem seu ente querido. Isso não impede, porém de tentar aproveitar ao máximo os últimos momentos.

Para os que têm tempo, uma visita ao enfermo é sempre essencial. Avisar quem faz parte do seu dia a dia também pode ajudar a se preparar. Isso evita aquelas perguntas desconfortáveis sobre o estado de saúde da pessoa prestes a partir.

Oração aos finados: orar e relembrar pessoas que já se foram.

Recorrer à fé

Também é interessante tirar um tempo para si, analisando como será sua vida depois dessa despedida. Ter consciência de como serão as dificuldades pode te ajudar a antecipar soluções para os momentos mais difíceis.

E essa consciência inclui preparar sua vida emocional e espiritual. Como a religião nos ajuda a passar pelo luto, conversar com Deus e pedir um direcionamento pode deixar o caminho menos tortuoso.

Como a religião nos ajuda a passar pelo luto

A perda de um ente querido pode trazer alguma dúvida existencial. Ter fé e seguir alguma religião pode ajudar muito a passar pelo período de luto sem tanto sofrimento. Além de acreditar que a morte é apenas uma passagem para o encontro com Deus, existem também os rituais que garantem algum conforto.

Os velórios, por exemplo, ajudam a lembrar do Cristo ressuscitado. O acolhimento da comunidade vai além de velar o corpo, mas em estar próximo aos que sofrem pela perda. Os cânticos, orações ou terços entoados servem como uma maneira de aquietar o coração.

Conheça algumasorações para quem já partiu.

Para as missas de corpo presente, com comunhão, o luto pode extravasar através da certeza de que quem faleceu foi de encontro a Deus. Já a missa de 7º dia serve muito mais para a família se reencontrar e celebrar a vida do falecido. Ainda que a tristeza continue grande, são os momentos de maior aprendizado.

Conforto na presença de Deus

A maneira como se percebe Deus faz muita diferença na maneira como se encara a morte. Ao ter certeza de Sua presença bondosa e justa, a ansiedade pelo fim da vida é amenizada.

Assim como a religião nos ajuda a passar pelo luto, a fé no amor de Deus nos conforta nesse momento tão difícil.

Deixando a dor para trás, fica a saudade

Após as principais fases do luto, o tempo e a religiosidade acabam apaziguando o sofrimento. Pode demorar dias, semanas ou meses, mas a sensação de tristeza diminui, dando lugar para a saudade.

É nesse momento que as lembranças passam a ter mais significado. A morte volta então a ser algo natural, que precisa acontecer, mesmo que não se compreendam Seus desígnios. E essa é a maneira como a religião nos ajuda a passar pelo luto.

COMPARTILHE