Santos

Santa Cecília: conheça a história da santa padroeira dos músicos

Santa Cecília

Santa Cecília é uma mulher de voz doce, que se tornou um exemplo de devoção e convicção à fé cristã. Assim pode ser classificada a padroeira dos músicos.

Entre os católicos, Santa Cecília é uma das mártires mais veneradas durante a Idade Média e possui, até hoje, muitos devotos. Saiba mais sobre essa história da santa, que manteve sua fé incorruptível durante toda a sua vida.

Descubra e Ore as Novenas mais Poderosas e Eficazes 🙏

Para que uma oração seja verdadeiramente eficaz, é preciso ter humildade, constância e perseverança.


Você terá as Novenas mais Poderosas para rezar e alcançar enormes Graças dos Céus:

ESCOLHER LIVRO »

História de Santa Cecília

Santa Cecília nasceu no ano de 150, na cidade de Roma. Fazia parte de uma família nobre, os Metelos, e seu pai era um senador romano. Sua fé cristã vem desde criança, quando já havia feito um voto de castidade, para viver o Amor de Deus e de Cristo.

Porém, ao chegar à juventude, mesmo contra sua vontade, seus pais a prometeram em casamento a um jovem chamado Valeriano. No dia em que iria unir-se ao seu noivo em matrimônio, Cecília decidiu falar a verdade sobre o seu voto de pureza.

Valeriano sentiu a verdade e devoção nas palavras de Cecília e decidiu respeitar a sua decisão. Ele se converteu e na mesma noite recebeu o batismo. A devoção do jovem foi tamanha que levou seu irmão Tiburcio à fé cristã. Ambos eram pagãos.

Devoção para a música

Diante de todas essas maravilhas que vinha testemunhando, Cecília se encheu de alegria e começou a entoar cânticos a Deus. O mais famoso seria: “Senhor, guardai sem manchas o meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”.

A devoção e a docilidade de sua voz eram tamanhas, que todos que ouviram ficaram admirados. Assim, se tornou padroeira dos músicos cristãos.

Perseguição e martírio

Como naquela época – por volta do ano 180 – a religião cristã era muito perseguida, Santa Cecília teve de passar por provações. A perseguição partiu do prefeito de Roma, Turcius Almachius.

Ele teve conhecimento da conversão de Valeriano e Tiburcio, então quis o tesouro dos irmãos nobres e ricos. Porém, tudo havia sido doado aos pobres.

O prefeito, tomado pela fúria, ordenou que eles abandonassem a nova fé, sob pena de morte. Eles negaram o pedido e foram mortos por decapitação.

Seleção de Orações Marianas Perdidas 🌟

Maria está cheia de graças para nos dar, mas não sabemos como pedir! Com este livro tudo ficará mais fácil.


Maria passa na frente e pisa na cabeça da serpente:

COMPRAR LIVRO »

Logo em seguida, Santa Cecília foi chamada pelo conselho romano. Ela foi questionada sobre o tesouro. Mas confirmou que já havia sido entregue aos pobres.

Condenação de Santa Cecília

Assim, foi solicitada que renunciasse a sua fé e adorasse os deuses romanos. Com muita coragem e serenidade, ela negou-se, sendo condenada à tortura.

Diante dos soldados, a santa falou sobre as maravilhas de Deus. Eles ficaram maravilhados com suas palavras e se converteram, ficando ao lado de Cecília. Foi seu primeiro milagre.

Milagres da Santa

Outros algozes, então, foram ordenados pelo prefeito para que trancassem Santa Cecília no balneário de águas quentes. Ali ela seria asfixiada pelos vapores quentes e não poderia sobreviver. Porém, ela foi milagrosamente protegida e nada lhe aconteceu.

O prefeito não desistiu de tirar a vida de Santa Cecília e mandou que fosse ferida a machadadas. O algoz obedeceu à ordem, porém, mesmo que tivesse matado diversas pessoas dessa forma, não conseguiu tirar a cabeça da santa.

Mesmo ferida, Cecília se manteve viva por 3 dias. Durante este tempo, muitas pessoas a procuravam para ouvir as suas palavras de fé.

Corpo inviolável

A história da descoberta do corpo de Santa Cecília é algo que chama muito a atenção. O túmulo ficou desaparecido por muitos anos. Porém, no século IX, a santa fez uma aparição ao Papa Pascoal (817-824) e logo depois a sepultura foi encontrada, com as relíquias.

O corpo dela estava intacto, na mesma posição em que foi enterrada. Isso mostra que o seu pedido a Deus, por meio de uma canção, de seu corpo se manter inviolável, se cumpriu.

Santa Cecília padroeira

Pelo seu dom pela música e sua voz angelical, Santa Cecília foi considerada a padroeira dos músicos,da música sacra e também dos poetas

Dia de Santa Cecília

a santa é celebrada com louvor no dia 22 de novembro.

Cidade e igrejas dedicadas à Santa Cecília

A cidade de São Paulo possui um bairro e uma igreja com o nome de Santa Cecília. A primeira capela foi construída em 1860 em madeira. Foi substituída em 1904 pela existente até hoje.

Há uma cidade no Estado de Santa Catarina que homenageia Santa Cecília e a tem como padroeira. A Catedral da cidade leva o nome da santa.

Oração à Santa Cecília

Ó Virgem e mártir, Santa Cecília,
pela fé viva que vos animou desde a infância,
tornando-vos tão agradável a Deus e ao próximo,
merecendo a coroa do martírio, convertendo pagãos ao cristianismo,
alcançai-nos a graça de progredir cada vez mais na fé e professá-la através do testemunho das boas obras,
especialmente servindo aos irmãos necessitados.
Alcançai-nos também a graça de sempre louvar a Deus com canções espirituais.
Gloriosa Santa Cecília, que os vossos exemplos de fé e virtude sejam para todos nós um brado de alerta,
para que estejamos sempre atentos à vontade de Deus,
na prosperidade como nas provações, no caminho do céu e da salvação eterna.
Santa Cecília, padroeira dos músicos e artistas, rogai por nós.
Amém.

COMPARTILHE