Religião Católica

Santíssima Trindade: quem são, sua importância e seu papel

santissima trindadesantissima trindade

Quase todo mundo sabe que a Santíssima Trindade é a definição de Deus como três pessoas, mas você conhece quem são elas, qual a sua importância e, qual o papel de cada uma delas em nossas vidas?

Para te explicar melhor sobre esse conceito e sobre o que o catolicismo acredita, preparamos um texto bem completo sobre esse assunto.
Aproveite para adquirir mais conhecimento e saber porque a Trindade é tão importante em nossas vidas e tem um simbolismo tão forte dentro da religião católica.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

O que é a Santíssima Trindade

A Santíssima Trindade define Deus como três pessoas diferentes: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, entretanto, os três juntos são apenas um e formam uma só substância, essência e natureza. Neste contexto, entenda que a “natureza” é o que se é, enquanto a “pessoa” é quem se é.

A maioria das religiões cristãs, incluindo a católica, acredita que existe apenas um Deus que pode ser representado por três pessoas, como afirma a primeira carta de João 5.7-8: “Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um”.
Santíssima Trindade: um Deus completo e inteiro

Apesar de serem diferentes em suas relações de origem, assim como o Quarto Concílio de Latrão declarou “é o Pai quem gera, o Filho quem é gerado e o Espírito Santo quem realiza”, em nas suas relações, todos são considerados coiguais, coeternos e consubstanciais.

Principais personalidades da Bíblia: conheça 7 nomes importantes.

Cada um é Deus, completo e inteiro

Não há diferença entre eles e “cada um é Deus, completo e inteiro”. Assim, toda a obra da criação e da graça é vista como uma única operação comum da Santíssima Trindade, em que cada uma delas cumpre perfeitamente seu papel, de modo que todas as coisas são “a partir do Pai”, “através do Filho” e “no Espírito Santo”.

Embora a palavra “Trindade” não apareça na Palavra de Deus e nem tenha doutrina formulada a partir disso, alguns padres da Igreja notaram elementos no Antigo Testamento que provam que ela existe.

Como o aparecimento de três homens a Abraão, revelado em Gênesis 18, além de encontrarem uma base no livro de Mateus 28.19, no Novo Testamento, para desenvolver esse conceito e que ordena batizar “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

Santíssima Trindade: mistério e revelação

O mistério central da fé e da vida cristã é o baseado na Santíssima Trindade, já que os cristãos são batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Além disso, toda a vida de Jesus faz parte da revelação de Deus Uno e Trino, seja no anúncio do nascimento do Salvador, no nascimento, durante sua vida e seus milagres, enquanto estava de corpo presente aqui na Terra, em sua morte e ressurreição.

Em sua vida aqui na Terra, Jesus se revelou como sendo o Filho de Deus, mas de uma nova maneira com relação à filiação conhecida por Israel , já que o Cristo foi gerado por Maria, mulher virgem escolhida por Deus para trazer o Salvador ao mundo. Por não entender que Cristo era o Filho de Deus e o próprio Deus ao mesmo tempo, o povo não aceitou Jesus e durante toda a sua passagem no mundo, Ele foi rejeitado.

Entretanto, essas situações já faziam parte do plano da Santíssima Trindade, pois o mundo precisava ser convencido do pecado, papel do Espírito Santo, precisava de um Salvador para que esses pecados fossem eliminados, Jesus Cristo pode fazer isso, e de Deus Pai para perdoar os pecados.

Jesus veio à Terra

Quando Jesus inicia sua vida pública e no momento de seu batismo, Deus, o próprio Pai, mostra ao mundo todo que Cristo é seu Filho Amado, conforme Mateus 3.13-17 e em forma de pomba, o Espírito Santo desce sobre Ele e ao se despedir dos discípulos, Jesus diz que eles devem realizar batismos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (Mt 28.19), para que as pessoas tenham conhecimento da vida eterna.
A Santíssima Trindade e a definição da igreja

O dogma da Trindade foi definida em duas etapas: no 1º Concílio de Niceia, em 325 d.C. e no 1º Concílio de Constantinopla, em 381 d.C..
No Concílio de Niceia, foi definida a divindade do Filho, Jesus Cristo, e a parte que ele ocupa na Santíssima Trindade. Este Concílio foi convocado para fazer frente à heresia ariana, que afirmava que o Filho era um ser sobrenatural, mas não Deus.

Já no Concílio de Constantinopla, foi definida a divindade do Espírito Santo, e ele combateu a heresia macedonianismo, um grupo de defensores da Macedônia, que negava a divindade do Espírito Santo.

Santíssima Trindade na Palavra de Deus

Muitas pessoas que acreditam na Santíssima Trindade dizem não saber explicar sobre esse assunto e acreditam que se trata de um ensino bíblico.

Por isso, vale notar que a palavra “Trindade” não aparece na Bíblia, mas ela contém a ideia de uma Trindade em alguns textos, como em João 1:1 que diz que Deus era o Verbo: “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”.

No mesmo capítulo, mas no versículo 14, o apóstolo João mostra que “o Verbo”, significa a “Palavra” que é Jesus. No entanto, visto que o Verbo é chamado de Deus, alguns concluem que o Filho e o Pai têm de ser parte do mesmo Deus.

Além desses, outros versículos confirmam a presença da Santíssima Trindade como sendo Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo: “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês”, 2 Coríntios 13.14, quando Paulo escreve para a igreja de Coríntios e quando ele afirma que Deus nos torna firmes nEle em 2 Coríntios 1.21-22: “Ora, é Deus que faz que nós e vocês permaneçamos firmes em Cristo. Ele nos ungiu, nos selou como sua propriedade e pôs o seu Espírito em nossos corações como garantia do que está por vir”.

Quem foi o primeiro papa da história? Descubra quem foi e como assumiu o cargo.

A Santíssima Trindade em música

A igreja católica adora a Santíssima Trindade por meio de músicas e cânticos em suas missas. Elas falam da adoração ao Pai, que é Deus, ao Filho Jesus Cristo e ao Espirito Santo. Além disso, dentro da igreja católica, existe o ministério da Santíssima Trindade, que realiza missas com o objetivo de adorar a Trindade e reconhecer o papel de cada um de seus membros.

Para ficar mais fácil a compreensão, separamos uma música conhecida e que faz parte de várias programações com essa finalidade. Veja só:

Santíssima Trindade
Bom é poder estar aqui,
Amando, adorando e exaltando
A santíssima trindade que estará
Aqui para fazer santo o lugar.
Em nome do pai, em nome do filho,
Em nome do espírito santo! Amém!
Louvemos e adoremos ao nosso deus vivo.
Em nome do pai, em nome do filho,
Em nome do espírito santo! Amém!
Podes entrar senhor neste lugar.


A Santíssima Trindade é revelada por meio de vários versículos bíblicos e adorada em diversas canções que são entoadas durante a missa. Conhece mais alguma música? Conte aqui pra gente!

COMPARTILHE