Santos

São José: conheça a história do protetor da Sagrada Família

São JoséSão José

Descendente da casa real de Davi, São José foi esposo da Virgem Maria e recebeu de Deus a missão de proteger a Sagrada Família.

Embora haja pouca informação sobre sua vida, José é exaltado como um dos santos mais importantes e foi escolhido por Deus para ser o patrono da Santa Igreja Católica. Conheça a trajetória de José.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

São José na história da salvação

Segundo conta a tradição, doze jovens pretendiam se casar com a Virgem Maria. Cada um carregava um bastão de madeira seca na mão. No momento em que a ela deveria escolher um noivo entre eles, aconteceu o milagre: o bastão de José floresceu. Ele fora o escolhido.

José de Nazaré vivia uma vida simples ao lado de Maria, trabalhando como carpinteiro. Casto, ao saber que a Virgem estava grávida, ficou muito decepcionado e decidiu deixá-la. Porém, sendo um homem justo, José não queria expor Maria, que correria o risco de morrer apedrejada.

O aviso celestial

Foi então que o anjo apareceu em um sonho, avisando que a Virgem Maria estava grávida do Espírito Santo e o menino que nasceria era o Filho de Deus. Como era um homem muito devoto, José obedeceu a vontade de Deus e aceitou Maria como sua esposa, tornando-se o pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Por um decreto romano, que exigia que todos se recenseassem em sua terra de origem, José precisou partir para Belém, levando sua esposa consigo. Ele esteve ao lado dela quando, em um estábulo, Maria deu à luz ao menino Jesus.

Após o nascimento de Jesus, o anjo apareceu novamente para José em sonho, dessa vez avisando que o rei Herodes tinha a intenção de eliminar o Salvador recém-nascido. O anjo ordenou que José levasse Jesus e a Virgem Maria para o Egito. Eles viveram lá durante quatro anos.

Com a morte do rei, José e a Sagrada Família retornaram para Nazaré, em Israel, onde viveram de maneira simples, sustentados com dignidade pelo trabalho de José como carpinteiro.

Em seu Evangelho, São Mateus afirma que José era um homem justo. Isto significa que José era um homem perfeito, repleto de todas as virtudes.

São José: pai exemplar

José foi um pai verdadeiramente dedicado. Presente e atencioso, educou e protegeu o menino Jesus, ensinando-lhe o caminho do trabalho, da justiça, do amor e da verdade. A José coube a honra de dar a Jesus um nome na Sua circuncisão e torná-lo descendente da linhagem de Davi.

Judeu praticante, José consagrou Jesus no Templo e tinha o costume de levar sua família às peregrinações em Jerusalém. Em uma dessas peregrinações, durante a Páscoa, Jesus decidiu ficar em Jerusalém para debater com os doutores da lei, afirmando que era sua missão cuidar dos negócios do Pai.

Esta ocasião é a última em que José é mencionado nos Evangelhos. Acredita-se que ele tenha falecido antes que Jesus iniciasse a sua vida pública.

São José, um pai exemplar

O significado do nome José

O nome José deriva do hebraico Yosef, que significa “Deus acumula de bens” ou “Ele acrescentará”. Portanto, José é “aquele que acrescenta”.

É um lindo nome para seu bebê, não é? Leia outros nomes bíblicos para crianças.

Patrono Universal da Igreja

Conhecido como o “santo do silêncio”, por suas palavras serem desconhecidas, São José passou alguns anos esquecido até o culto ao santo crescer extraordinariamente durante a Idade Média, graças à devoção de São Bernardo, Santo Alberto Magno e São Tomás de Aquino.

Por ter assumido a paternidade de Jesus e garantido a Sua sobrevivência, se tornou um exemplo de obediência e pai de família. Em 08 de dezembro de 1870, o Papa Pio IX declarou José como o Patrono Universal da Igreja Católica, dizendo: “Entre São José e Deus não vemos e não devemos ver senão Maria, por sua divina Maternidade. José, depois de Maria, é o maior de todos os Santos”.

Como patrono, José é o santo que acolhe e intercede pelo sustento dos filhos dispersos pelos mundo. Nos tempos difíceis, os Papas pedem que os fiéis recorram a São José.

Em 1889, o Papa Leão XIII exaltou as virtudes de José, o declarando como Advogado dos Lares Cristãos. O Papa Bento XV declarou o santo como o Patrono da Justiça Social.

Dia de São José

A solenidade de São José é celebrada no dia 19 de março, em homenagem à memória do Tutor de Nosso Senhor. A celebração de sua festa é uma oportunidade para lembrar o papel fundamental da família para a sociedade.

A data foi decretada em 1621, pelo Papa Gregório XV.

Dia de São José Operário

Em 1955, após inúmeros conflitos e revoltas sociais, marcadas por uma manifestação que reuniu mais de 200 mil pessoas na praça São Pedro, o Papa Pio XII instituiu a celebração de São José Operário, dando aos trabalhadores um exemplo e protetor.

A festa é comemorada no dia 01 de maio, Dia Universal do Trabalhador, por José ter sido um exemplo como trabalhador, sustentando a família como carpinteiro e ensinando o ofício a Jesus.

José Padroeiro

José é invocado como o santo que intercede a Deus pelas nossas necessidades.

Devido à fidelidade e devoção que dedicou à Sagrada Família, José é considerado como o padroeiro das famílias e dos pais. Ele também é invocado como o protetor dos carpinteiros e dos operários.

Conheça a história dos santos católicos.

Padroeiro do Estado do Ceará

José é o santo padroeiro do Ceará. As primeiras embarcações que chegaram ao Ceará, aportaram em Aquiraz, capital do estado na época. Uma delas trazia a imagem do santo. Assim, ele foi escolhido para ser o padroeiro da cidade e, posteriormente, de todo o estado.

Oração a São José

A vós São José, recorremos na nossa tribulação, e depois de ter implorado o auxílio da vossa Santíssima Esposa, cheios de confiança, solicitamos o vosso patrocínio.

Por esse laço sagrado de caridade que vos uniu à Virgem Imaculada Mãe de Deus, e pelo amor paternal que tivestes para com o Menino Jesus, ardentemente suplicamos que lanceis um olhar benigno à herança que Jesus Cristo conquistou com o seu Sangue, e nos assistais, nas nossas necessidades, com o vosso auxílio e poder.

Protegei, oh! guarda providente da Divina Família, a raça escolhida de Jesus Cristo;
Afastai para longe de nós, oh! Pai amantíssimo, a peste do erro e do vício; assisti-nos do alto do céu, oh! nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas;
E, assim como outrora salvastes da morte a vida ameaçada, do Menino Jesus assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus contra as ciladas dos seus inimigos e contra toda a adversidade.

Amparai a cada um de nós, com vosso constante patrocínio, a fim de que a vosso exemplo e sustentados com o vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, piedosamente morrer, e obter no Céu a eterna bem-aventurança.
Amém.

Conheça outras orações famosas.

COMPARTILHE