Santos

São Judas Tadeu: o santo das causas impossíveis

São Judas TadeuSão Judas Tadeu

Nascido em Caná da Galiléia, recebeu o nome que significa “Deus seja louvado” pelo seu pai Alfeu (ou Cléofas) e sua mãe Maria Cléofas, fazendo dele primo-irmão de Jesus e, também, um de seus 12 apóstolos. São Judas Tadeu foi também um mártir, que morreu por sua fé e assim se tornou o Santo das causas impossíveis.

História

A história começa após os apóstolos receberem o Espírito Santo e partirem para a evangelização dos povos. São Judas Tadeu começou pela Galiléia, sua cidade natal. Viajou para Samaria (região montanhosa do Oriente Médio) e outros lugares judaicos.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Evangelizou a Síria, Armênia e a Mesopotâmia (atual Irã), onde conheceu o também apóstolo, e agora companheiro, Simão, que evangelizava o Egito.

Os dois, então, partiram para Pérsia, em sua nova missão de evangelizar os pagãos.

Dedicou sua vida a pregar a fé

Sua pregação era feita com energia, vigor e cheia de fé. Ele se entregou por completo a Jesus Cristo e dedicou sua vida à evangelização dos que não acreditavam.

Com isso, na Pérsia, muitos pagãos e povos de outras religiões foram cativados por sua palavra, e se converteram ao cristianismo.

Martírio

Depois de vários povos se converterem ao cristianismo pelo caminho de São Judas Tadeu e Simão, os poderosos no poder da Pérsia, ficaram enfurecidos, e São Judas Tadeu, junto do seu companheiro, foram condenados à morte.

Os dois foram levados e presos no templo do sol e recusaram-se a abandonar o Nosso Senhor e cultuar a deusa Diana – a deusa da lua e da caça na mitologia romana. Nesse momento, São Judas disse: “Para que fiqueis sabendo que estes ídolos que vós adorais são falsos, deles sairão os demônios e os hão de quebrar”. E, nesse minuto, dois monstruosos demônios quebraram o templo e desapareceram.

Após isso, foram imediatamente assassinados. Morreram como mártires por pregar a fé incondicionalmente no dia 28 de outubro do ano de 70 d.C.

Quem foi São Judas Tadeu

Ele era primo de Jesus e irmão de Tiago Menor. Foi ele quem, na Última Ceia, perguntou a Jesus: “Senhor, como é possível que tenhas de te manifestar a nós e não ao mundo?” (Jo 14,22). Judas Tadeu não deve ser confundido com Iscariotes que traiu Jesus por algumas moedas de ouro.

São Judas Tadeu foi um mártir que pregou sua fé incansavelmente, nos mostrando que mesmo sendo injustiçadamente morto pelos carrascos e suas ferramentas afiadas, a fé nunca morre.

Foi aquele que se sacrificou por uma causa que acreditava e, portanto, pode nos mostrar que a sua fé era absoluta, e somente Jesus é o verdadeiro.

Qual a importância de São Judas Tadeu

Ele nos incentiva a nos entregar ao Nosso Senhor Jesus Cristo e, inclusive, espalhar a sua amável e sagrada palavra. Além de proporcionar proteção, ele mostra e relembra que Jesus Cristo é o verdadeiro e único, e que sua fé e sua vontade de evangelizar era o amor que sentia por Jesus.

Ele foi autor de uma epístola que leva o seu nome, na qual questiona os agnósticos e diz que os que têm fé, mas não fazem obras boas, são como nuvens que não têm água, árvores sem fruto e ondas só de espumas. Em compensação, os que se dedicam aos pecados e atos que vão contra à natureza sofrerão a pena de um fogo eterno.

São Judas Tadeu passou a ser representado com uma imagem de Cristo em seu peito, devido ao seu parentesco com o Senhor, cujos registros históricos contam que era muito parecido. São Judas Tadeu também é representado com um machado ou uma espada, arma que causou sua morte.

Qual é a sua causa?

Após a sua história e seu martírio, tornou-se o Santo das Causas Impossíveis e um dos padroeiros mais populares no Brasil.

Santa Brígida da Suécia, escritora, teóloga e denominada co-padroeira da Europa, escreveu que um dia Jesus lhe revelou que quando quisesse obter favores difíceis de serem alcançados deveria pedir pela intercessão de São Judas Tadeu. Por isso, ele é considerado padroeiro das causas impossíveis, assim como Santa Rita de Cássia.

Orações de São Judas Tadeu

Veja algumas orações a São Judas Tadeu, o santo das causas impossíveis:

Oração do Glorioso Apóstolo

São Judas Tadeu, glorioso apóstolo, fiel servo e amigo de Jesus, o nome do traidor é causa de serdes esquecido por muitos, mas a Santa Igreja honra-vos e invoca-vos universalmente como padroeiro de casos desesperados, sem remédio.

Intercedei por mim que sou tão miserável pondo em prática, eu vo-lo rogo, o privilégio particular que vos é concedido a fim de trazer ajuda pronta e visível onde isso é quase impossível.

Vinde valer-me nessa grande necessidade para que eu possa receber as consolações e socorros do Céu em todas as minhas aflições, necessidades e sofrimentos, particularmente (aqui dizer a graça que deseja obter) e que possa bendizer a Deus convosco e todos os eleitos por toda a eternidade.

Eu vos prometo, bem aventurado São Judas Tadeu, ter sempre presente esta grande graça e não cessar de honra-vos, como meu especial e poderoso Padroeiro e farei quanto possa para espalhar a devoção para convosco.
Amém.

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo, eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor com que cumpristes vossa missão.
Chamado e enviado por Jesus, sois uma das doze colunas que sustentam a verdadeira Igreja fundada por Cristo.

Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo e auxiliadas por vossa oração, encontram o caminho para o Pai, abrem o coração aos irmãos se descobrem forças para vencer o pecado e superar todo o mal. Quero imitar-vos, comprometendo-me com Cristo e com sua Igreja, por uma decidida conversão a Deus e ao próximo, especialmente o mais pobre. E, assim convertido, assumirei a missão de viver e anunciar o Evangelho, como membro ativo de minha comunidade.

Espero então, alcançar de Deus a graça que imploro confiando na vossa poderosa intercessão (fazer o pedido).

São Judas Tadeu, rogai por nós.
Amém!

Conheça outras orações de São Judas Tadeu.

O dia de São Judas Tadeu

O Dia de São Judas Tadeu é comemorado anualmente no dia 28 de outubro pela Igreja Católica.
É uma data marcada por muitas festas de cunho litúrgico, em que os fiéis fazem romarias e novenas em homenagem ao santo.

Padroeiro de São Paulo

São Judas Tadeu foi decretado como padroeiro na capital do Estado de São Paulo e da cidade do Rio de Janeiro onde os principais centros de sua devoção estão localizados. Mas não há nenhum feriado para o Santo.

A título de curiosidade, a Igreja Apostólica da Armênia honra Tadeu, ao lado de São Bartolomeu como santo patrono por ter levado o Cristianismo à Armênia.

Igrejas dedicadas a São Judas Tadeu

Há santuários dedicados ao Santo nas arquidioceses do estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Nesses lugares, no dia 28 de outubro, há festas com missas, procissões e louvores para o santo durante todo o dia.

Igreja de São Judas Tadeu em São Paulo

O santuário em São Paulo está localizado no bairro Jabaquara, na capital paulista. No dia do Santo, acontecem Missas de hora em hora desde às 5h da manhã até às 17h da tarde. À noite, haverá procissão às 18h30 e Missa campal solene, às 20h.

Igreja de São Judas Tadeu em Belo Horizonte

É na Rua Macaé, nº 629 em Belo Horizonte que o Santuário se localiza. No dia de São Judas Tadeu, dá-se início às comemorações à meia-noite, com Missa presidida pelo Arcebispo Dom Walmor Oliveira. Em seguida, às 2h, dá-se início a vigília, e desde às 4h até às 22h, são celebradas Missas a cada duas horas. Além disso, durante todo dia os fiéis fazem Adoração ao Santíssimo Sacramento.

Igreja de São Judas Tadeu no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o Santuário fica localizado na Rua Cosme Velho, nº 470, no bairro Cosme Velho. No seu dia, as Missas são também celebradas de hora em hora, entre as 6h e às 10h da manhã, e das 12h às 20h.

Na cidade, o santo é considerado o padroeiro do time de futebol Flamengo. A devoção ao santo das causas impossíveis começou na década de 1950, quando o time estava há muitos anos sem ganhar uma competição. O santo foi nomeado como responsável pelo tricampeonato estadual de 1953, 1954 e 1955, após o pároco da Igreja de São Judas Tadeu, do Cosme Velho, rezar uma Missa no local da sede do clube.

Conheça, também, a história de outros santos.

COMPARTILHE