Religião Católica

10 Símbolos da Igreja Católica: qual o significado de cada um deles

Símbolos da Igreja Católica

Assim como toda instituição constituída de muitos anos de história e criação, a Igreja Católica carrega em seus sacramentos e rituais diversos símbolos que representam significados que vão muito além do que se vê. Listamos alguns destes Símbolos da Igreja Católica e destrinchamos os seus significados na religião. Acompanhe!

10 Símbolos da Igreja Católica

Os Símbolos da Igreja Católica

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

1. Cruz

Cruz, símbolo da igreja católica
A cruz representa o caminho escolhido por Jesus Cristo para a salvação dos filhos de Deus. Dentro da igreja católica ela relembra o sacrifício cometido por Cristo em nome de nossos pecados.

É também um símbolo de salvação, e que quando conta com a imagem de Jesus Cristo crucificado passa a ter ainda mais importância, uma vez que vazia ela não tem tanta representatividade. É importante lembrarmos da entrega do filho de Deus, intercedendo assim por todos nós, sem arredar da dor e do sofrimento.

Leia mais sobre a Santa Cruz.

2. Água benta

água benta, símbolo da igreja católica
Sendo um presente de Deus aos seres humanos, além de seu sentido original de saciar a sede, purificar e eliminar impurezas do que quer que seja, a água é um dom de Deus, imprescindível para a nossa existência.

A água benta em especial não é e nem deve ser considerado como algo mágico ou componente de superstição alguma. A partir do momento em que é abençoada por alguma autoridade atuante da igreja, tornando-se sacramental, ela torna-se instrumento de purificação e livramento de todo e qualquer mal que possa estar no caminho de quem é aspergido por ela. Tanto é que, diferentes ritos da igreja católica a utilizam em aspersão.

3. Escapulário
Escapulário, símbolo da igreja católica

Utilizado como forma de identificação entre os fiéis carmelitas para distinguir quem poderia participar das manifestações religiosas de forma atuante, o escapulário também foi um presente de Nossa Senhora para Simão, concedendo-o proteção em todo tempo em que utilizasse o adorno com imagens de Cristo em sua escapula (ossos situados próximo ao pescoço e peito).

Futuramente, o escapulário ganharia versões diferentes da feita em pano, tornando-se até mesmo uma joia produzida não só em tecido, mas também em prata, ouro e tantos outros materiais.

A tradição pede que o escapulário seja um presente recebido de alguém, para assim seguir o caminho semelhante ao vivido por Simão.

4. Hóstia
Hóstia, símbolo da igreja católica

Sendo um sinônimo para a palavra ‘vítima’, em latim, a hóstia simboliza o Corpo de Cristo, o cordeiro imolado e entregue como sacrifício diante de nossos pecados.

Enquanto alimento, ela pode ate ser vista ou considerada como um simples pedaço de pão ou farinha, mas, a partir do momento em que e consagrada, representa o próprio Corpo e Sangue de Cristo em nossas vidas.

Leia mais sobre a hóstia.

5. Vinho
Vinho, símbolo da igreja católica

Pode até parecer óbvio, mas o vinho utilizado durante o rito da Missa simboliza justamente o Sangue de Cristo derramado durante seu sacrifício. Ele simboliza o sofrimento vivido por Jesus durante sua crucificação, e existe para nos lembrar da importância de sermos fiéis aos ensinamentos de Deus, uma vez que seu próprio filho foi entregue por nossos pecados.

6. Terço
Terço, símbolo da igreja católica

Formado por 50 Ave-Marias, sendo assim um “terço” do Rosário, onde rezamos 150 Ave-Marias no total, este símbolo é um objeto milenar, utilizado para auxiliar no momento de oração, contribuindo para a contagem das orações já realizadas, e pontuando os momentos onde inserimos os mistérios, passagens e demais apontamentos na hora de nos entregarmos na oração.
Ele é uma ferramenta de quem reza!

Leia tudo sobre como rezar o terço.

7. Chaves cruzadas
Chaves cruzadas, símbolo da igreja católica

As chaves cruzadas representam a autoridade do Papa sob a igreja católica. De acordo com a história da igreja, a chave foi dada a São Pedro, representando então a chave do Céu.

Cruzadas, as chaves constituem um símbolo que representa toda o poder de decisão e libertação concedido ao Papa.

8. Lírio
Lírio, símbolo da igreja católica

Conta-se que um lírio teria brotado do bastão que se encontrava nas mãos de São José, pontuando-o então como o pai adotivo de Jesus, o escolhido para realizar esta função em meio a tantos outros homens comuns.

É por isso que a imagem de São José mostra Jesus ainda criança, carregando um lírio, que viria depois significar também pureza e santidade.

9. Pomba
Pomba, símbolo da igreja católica

Além de toda a representatividade de paz e símbolo de harmonia ao redor do mundo, na igreja católica a pomba representa o Espírito Santo e é o nono da lista dos símbolos da igreja católica

Esta associação é feita, pois, na palavra do Evangelho de Mateus é narrado o batismo de Cristo, onde após ter sido batizado, o Espírito Santo de Deus aparece para Jesus, simbolizado por uma pomba. Sendo ela também o símbolo da terceira pessoa da Trindade.

10. Incenso
Incenso, símbolo da igreja católica

O último dos símbolos da igreja católica é o incenso.  O uso do incenso em diferentes ritos da igreja católica, em momentos muito pontuais, retoma tradições milenares de usar a fumaça como um sinal de que nossas orações estão sendo encaminhadas direto ao encontro de Deus.

No Livro dos Salmos, encontramos uma validação que demonstra a utilização e presença do incenso na realidade do cristianismo. É então dito: “Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e as minhas mãos levantadas sejam como o sacrifício da tarde” (Salmos 141:2).

Muito mais do que símbolos!

É importante ressaltar aqui que nenhum símbolo pode significar mais ou impedir qualquer movimento de fé, em caso de sua ausência.
No livro de Mateus (18:20) já é dito: “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”. Nesta fala, Jesus afirma que não importa o número ou condição, o importante é buscar a espiritualidade cristã e levar à sério os ensinamentos de Deus, tendo os símbolos como ferramentas adicionais de sua própria fé.

COMPARTILHE