Turismo religioso

Turismo religioso em Belém: descubra as belezas na cidade

turismo religioso em Belémturismo religioso em Belém

O turismo religioso em Belém atrai turistas de todo o País à capital paraense. O maior atrativo é o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, uma festa em homenagem à santa popularmente conhecida como a “rainha da Amazônia”.

O Círio de Nazaré é tão importante que, para a população do Pará, equivale à celebração do Natal. A santa mexe com o turismo religioso em Belém e, no mês de outubro, leva aproximadamente 2 milhões de pessoas às ruas.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Para a alegria dos visitantes, o turismo religioso em Belém não é o único atrativo da capital paraense. A cidade também se destaca pelas belezas naturais, além da culinária singular e da vida cultural intensa.

Confira histórias de Belém e dicas para aproveitar o passeio em pontos religiosos da cidade. E salve Nossa Senhora de Nazaré!

Confira outros destinos para fazer turismo religioso.

História de Belém

Belém fica na região Norte do Brasil. Foi fundada em 12 de janeiro de 1616 pelos portugueses, às margens da baía do Guarajá.

No século 20, os moradores de Belém vivenciaram momentos de plenitude com o período áureo da borracha. A extração de látex da seringueira e a comercialização da borracha impulsionaram algumas cidades da região amazônica, entre elas a capital paraense.

Com o período da borracha, Belém recebeu inúmeras famílias europeias. Elas ajudaram a influenciar a arquitetura local e, até hoje, a cidade mantém as fachadas dos casarões e das igrejas do período colonial.

Por que visitar Belém?

Belém é uma cidade que mistura a arquitetura europeia com modernos prédios. Mas a comida, a cultura, a religiosidade e a natureza se destacam na capital paraense.

Em Belém, você pode ter uma experiência única: provar um tacacá na cuia no meio da tarde. O prato consiste em um caldo feito com a goma da mandioca, misturado com camarões e tucupi e temperado com alho, sal e pimenta. Nele é adicionado jambu, uma erva com a propriedade de provocar sensação de formigamento na boca.

Outras atrações são a Estação das Docas, para curtir um final de tarde, o Mercado Ver-o-peso, recheado de peixes e frutas amazônicos e os casarões restaurados do centro histórico. Vale prestar atenção também nas mangueiras de Belém distribuídas pela cidade.

Turismo religioso em Belém

O turismo religioso em Belém engloba igrejas, museus e procissões. Confira algumas opções:

Basílica Santuário de Nazaré

 
A Paróquia Nossa Senhora de Nazaré do Desterro é a única Basílica da Amazônia brasileira. Ela é o ponto final do Círio de Nazaré, considerada uma das maiores manifestações religiosas do País.

A história da igreja está atrelada à descoberta da imagem da santa pelo caboclo Plácido, em Belém, às margens do igarapé Murucutu, área que corresponde, atualmente, aos fundos da Basílica.

O santuário foi erigido pelo então Bispo de Belém, Dom Antônio de Macedo Costa, em 11 de outubro de 1861. Já a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré começou a ser erguida em 1909 no mesmo lugar em que foi achada a imagem da santa e foi finalizada em 1923.

A igreja foi a terceira Basílica construída no Brasil. Antes dela, só haviam a da Sé, na Bahia, e a de São Bento, em São Paulo. É também a única
Basílica da Amazônia Brasileira.

Em 31 de maio de 2006, a igreja foi elevada a Santuário Mariano Arquidiocesano. A decisão foi do então arcebispo Metropolitano de Belém Dom Orani João Tempesta.

Onde fica

Basílica Santuário de Nazaré se encontra no endereço: Viela Nazaré, 1.300, bairro Nazaré, em Belém.

Catedral Metropolitana de Belém

 

A Catedral Metropolitana de Belém faz parte da tradicional celebração do Círio de Nazaré. Após uma missa realizada na igreja, a imagem de Nossa Senhora de Nazaré parte em procissão até a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré.

Dentro da Catedral Metropolitana de Belém há uma preciosidade: um órgão Cavaillé-Coll, considerado o maior da América Latina, de tração mecânica inaugurado em 9 de setembro de 1882. O aparelho possui 22 registros manuais e mais de sete pedais.

O altar principal da Catedral Metropolitana de Belém é todo de mármore e alabastro. Foi confeccionado em Roma pelo escultor Luca Carimini. Sua santidade o Papa Pio IX doou o mármore necessário a confecção do altar. Já a decoração e os frescos da abobada são do pintor De Angelis.

Onde fica

A Catedral Metropolitana de Belém fica na Praça Dom Frei Caetano Brandão, bairro Cidade Velha, em Belém.

Igreja de Santo Alexandre

 

A Igreja de Santo Alexandre é um dos conjuntos arquitetônicos mais bonitos e importantes de Belém. O prédio integra o Museu de Arte Sacra do Pará e, atualmente, não tem mais função paroquial.

O local tem sido usado para visitas, palestras e casamentos. Essas atividades ajudam a manter a manutenção do espaço – doado pela arquidiocese de Belém.

Antiga sede da Companhia de Jesus em Belém na época do Brasil colonial, o antigo complexo jesuíta é um dos mais importantes ainda existentes no País. A fachada tem quatro andares de altura e o acesso ao templo é feito por três portais no primeiro piso.

Onde fica

Na Praça Frei Caetano Brandão, s/nº, Belém. O horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h.

Paróquia da Santíssima Trindade

 
A Paróquia da Santíssima Trindade está cercada por casarões históricos e fica em frente a uma praça recheada de palmeiras. É a terceira criada pela Arquidiocese de Belém do Pará e é um ponto de turismo religioso em Belém.

A ideia de construir a igreja em honra da Santíssima Trindade partiu de José Antônio Abranches, que deixou o arquipélago dos Açores para se estabelecer em Belém. O projeto teve início em 1802 e ficou pronta 11 anos depois.

Na década de 90, o prédio da Paróquia da Santíssima Trindade foi alvo de uma ampla recuperação. Também houve uma ampla reestruturação das pastorais e dos serviços, de acordo com as diretrizes arquidiocesanas.

Onde fica

c

Paróquia da Santíssima Trindade se encontra no endereço: praça Barão do Rio Branco, 71, bairro da Campina, em Belém.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

 
Bem no centro histórico de Belém fica a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. O complexo arquitetônico é um dos mais importantes da capital paraense e tem importância histórica construída na catequese aos índios, nos conflitos religiosos e políticos da época de sua formação.
O entorno da Igreja de Nossa Senhora do Carmo é constituído de imóveis térreos e sobrados coloniais. A proximidade com o rio Guamá ajuda a transformar o local em um potencial pólo turístico e paisagístico da capital paraense.

A inauguração da Igreja Nossa Senhora do Carmo ocorreu em 23 de julho de 1777. Ela foi aberta aos fiéis de forma inacabada, sem os altares laterais e a capela da Ordem terceira, concluídos apenas em 1784.

Onde fica

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo se encontra no endereço: rua Dom Bôsco, 69-109, bairro Cidade Velha, em Belém.

Capela de São João Batista

 
A Capela de São João Batista é uma obra-prima construída na região central de Belém e projetada pelo italiano Antônio Landi, um dos mais celebrados arquitetos que passaram pela capital paraense. Ela foi erguida no formato octogonal, uma novidade no Brasil no final do século 18.

A igreja passou por um processo de restauração em 1996. Na ocasião, foram encontradas as pinturas originais do altar principal e dos altares laterais – até então consideradas perdidas.

Construída em taipa e coberta de palha, a Capela de São João Batista surgiu apenas 6 anos após a fundação da vila. Curiosamente, em 1661, foi cárcere do jesuíta Antônio Vieira, que cometeu o crime de dedicar-se à causa indígena.

Onde fica

A Capela de São João Batista fica no Largo de São João, na rua João Diogo (próximo ao Tribunal de Justiça), s/n, bairro Cidade Velha, em Belém.

O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h.

Círio de Nazaré

 

Para quem pretende fazer turismo religioso em Belém não pode perder o Círio de Nazaré. A festa do Círio de Nazaré é considerada uma das maiores manifestações cristãs do Brasil. Tanto que, há quatro anos, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) concedeu ao evento o certificado de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

O Círio de Nazaré é classificado como o Natal da população do Pará. A festividade ultrapassa a religiosidade, pois congrega cultura e tradição no Estado.

Sempre no mês de outubro, o ponto de partida do Círio de Nazaré é a Catedral de Belém. No local há uma missa campal. A imagem que participa das procissões é uma réplica, já que a santa encontrada tem mais de 300 anos.

Após a missa começa a romaria principal da festa, que costuma reunir cerca de 2 milhões de pessoas nas ruas de Belém. O ponto de chegada da peregrina é a Basílica Santuário.

Tradicionalmente, após a chegada da santa à Basílica Santuário, os devotos reúnem as famílias e amigos no tradicional almoço do Círio. São servidas comidas típicas como maniçoba e pato no tucupi.

 

Gostou das dicas para fazer turismo religioso em Belém? Compartilhe com os amigos e boa viagem!

COMPARTILHE