Turismo religioso

Turismo religioso na Terra Santa: jornada pelo solo sagrado

turismo religioso na terra santaturismo religioso na terra santa

A Terra Santa é formada por um conjunto de cidades de Israel, Cisjordânia e Jordânia e é um destino muito procurado por religiosos. O turismo religioso na Terra Santa é atrativo para que deseja peregrinar pelas mesmas ruas nas quais aconteceram grande parte das histórias bíblicas e conhecer os lugares que fizeram parte da vida de Jesus Cristo. Quer conhecer um pouco mais sobre esse local sagrado? Então leia esse texto até o final e fique sabendo de tudo sobre o turismo religioso na Terra Santa.

Como chegar na Terra Santa?

Atualmente há duas maneiras de chegar na Terra Santa: por avião ou navio. De avião, pega-se um voo de cerca de 12h até a Itália e mais 3h de lá até Tel Aviv. Já de navio, pode-se chegar até o porto de Haifa, com conexão de ônibus para os lugares bíblicos da ‘Terra de Jesus”.

Quem é o seu Anjo da Guarda? Descubra gratuitamente

Os anjos da guarda são seres divinos designados a nos guardar e proteger de todos os males que a vida terrena pode nos oferecer.


Acreditamos que eles foram criados para serem um intermédio entre os humanos e o divino.

SABER O MEU »

Qual a importância a Terra Santa?

Para os cristãos, a Terra Santa, também conhecida por Galileia, é o local do nascimento, sermões, crucificação e ressurreição de Jesus Cristo. Já para os judeus, ela é a Terra Prometida, onde estão as cidades mais sagradas, como Jerusalém, Hebron, Tzfet e Tibérias. Para os muçulmanos, o local também é muito importante, pois é citado várias vezes no Alcorão.

As principais partes da História da Terra Santa

Se pararmos para contar sua idade, a Terra Santa tem mais de 5 mil anos. Isso porque a maioria das histórias da Bíblia aconteceram nas cidades que fazem parte desta terra sagrada.

O início da peregrinação do povo escolhido por Deus aconteceu por volta do ano 2126 a.C., quando Deus diz para Abrão deixar sua parentela e se mudar para a terra de Canaã, conforme relatos de Gênesis 12.1-3. Alguns anos depois, Deus confirma com Isaque e Jacó a aliança que fez com Abraão.

Por volta do ano 1728 a.C., Gênesis 37 relata a história de José e mostra como seus irmãos o venderam como escravo no Egito. Quase 30 anos depois, José se reencontra com seus irmão, por causa da fome que atinge o país, perdoa-os e convida-os para morar com sua família no Egito. Então, em 1706 a.C., Jacó, agora chamado Israel, e seus filhos mudam-se para o Egito (Gn 46.1-26).

historia da terra santa

Muitos anos depois, o povo escolhido por Deus é mantido como escravo por faraó e depois do Egito vivenciar todas as pragas, por volta do ano de 1446 a.C., Faraó resolve deixar o povo partir e em 1406 a.C, começa a conquista israelita de Canaã.

Entre os anos de 1050 e 930 a.C., começa o reino de Saul, Davi e Salomão e no ano 1000 a.C., Davi conquista Jerusalém e a torna a capital de Israel.

Entre 930 e 732 a.C., – o reino é dividido: Norte = Israel; Sul = Judá e Jerusalém é a capital de Judá. Em 722 a.C., a Assíria conquista o Reino do Norte de Israel e em 605-586 a.C. a Babilônia conquista o Reino do Sul (Judá) e destrói o Templo de Salomão. Em 20 a.C., Herodes inicia a reconstrução do Templo.

Jesus Cristo nasceu em Belém por volta do ano 6-5 a.C. e em 30 d.C. – é crucificado, ressuscita dentre os mortos e ascende ao céu.

Pontos Turísticos da Terra Santa

Conhecer ambientes históricos, pontos turísticos e renovar energias: tudo isso é possível ao fazer turismo religioso na Terra Santa. E não é necessário se preocupar com o tempo necessário para apreciar todos os locais importantes, já que a localização entre uma cidade e outra é bem próxima, o que permite um melhor aproveitamento durante a viagem.

Conheça alguns lugares que nós separamos e prepare-se para aprender mais sobre a terra sagrada.

Turismo religioso na Terra Santa: os encantos de Amã

Capital da Jordânia, a cidade de Amã tem quatro milhões de habitantes e é a porta de entrada para os turistas que chegam de avião. Esta cidade não é um dos grandes destinos turísticos da Terra Santa, mas é uma bela metrópole, recheada de uma história riquíssima e que está instalada sobre 19 colinas entre o deserto e o Vale da Jordânia. Ela é usada para explorar outros destinos, como a cidade de Petra e o Mar Morto.

Amã se destaca das outras cidades do Oriente Médio pela maneira como a história antiga é perfeitamente ligada com o ambiente contemporâneo e pela hospitalidade que os moradores de lá oferecem aos turistas.

Apesar de Amã de ser uma cidade pequena da Terra Santa, ela possui vários atrativos para as pessoas que a visitam.

Madaba – A cidade dos mosaicos

Entre Amã e o Mar Morto você encontra Madaba, uma cidadezinha que reserva pontos turísticos e curiosidades impressionantes. A começar pelas lojinhas, onde é possível encontrar açougues e lojas de material de construção em um só lugar. Mas, ao que parece, essa mistura de segmentos atende muito bem a população local.

Grande parte dos turistas partem rumo a Madaba por causa do mosaico que fica na Igreja Grega Ortodoxa de St. George, também conhecida como a “Igreja do Mapa”. Do lado de fora é possível encontrar posters com o mapa, usado pelos guias para explicar aos visitantes os detalhes do mosaico. Já seu interior é bem colorido e conta com diversos mosaicos que cobrem as paredes com imagens de santos.

Conheça outros destinos religiosos mais procurados no Brasil e no Mundo.

O lugar mais visitado da Terra Santa: Monte Nebo

Um dos pontos mais bonitos da Jordânia, o Monte Nebo é um dos lugares mais visitados. De lá de cima dá para ver todo o panorama que abrange o Vale do Rio Jordão, Mar Morto, Jericó e Jerusalém. Além disso, foi neste monte que Moisés subiu para falar com Deus, então, ele guarda um significado histórico e religioso bem importante.

monte nego turismo reliigoso na terra santa

No Monte Nebo há um pequeno museu com réplicas de alguns mosaicos e um dos principais mosaicos mostra a convivência tranquila entre árabes negros e bizantinos.

A cidade mais misteriosa da Terra Santa: Petra

A enigmática e misteriosa Petra está localizada a cerca de 3 horas e meia de sua capital, Amã.

A cidade leva este título, pois ninguém sabe o verdadeiro motivo de sua construção.

Situada no meio do deserto da Jordânia, localizada no vale estreito Avará, que se estende desde o Mar Morto até o Golfo de Aqaba, Petra é considerada o principal cartão-postal da Jordânia e, desde 2007, faz parte das Novas 7 Maravilhas do Mundo Moderno, assim, é um ótimo local para se conhecer durante seu turismo religioso na Terra Santa.

Além disso, é caracterizada por possuir muitos edifícios com fachadas esculpidas em pedra. Os mais conhecidos são o Khazneh, que significa tesouro, e Deir, que significa mosteiro.

Jerusalém – o centro do mundo

Localizada entre o Mar Morto e o Mediterrâneo, Jerusalém é considerada uma das cidades mais antigas do mundo e estima-se que tenha sido criada cerca de 2.600 anos antes de Cristo.

Dentro da cidade, o ponto mais visitado é o Monte das Oliveiras. De acordo com a Bíblia, este é o lugar onde Jesus orou, ao fim da última ceia e, por esta razão, atrai fiéis do mundo todo.

Além do Monte, o principal atrativo em Jerusalém é refazer a Vila Dolorosa, caminho que Jesus percorreu entre seu julgamento a crucificação e que ficou marcado na história do Cristianismo.

Beith Sean – a beleza das construções antigas

Mencionada diversas vezes na Bíblia, Beith Sean ou Bete Seã, atualmente possui uma das construções antigas e mais importantes de Israel, e pode ser vista como uma das maiores e mais bem preservadas ruínas já escavadas de cidades do período de dominação romana e bizantina.

Hoje, conta com um grande teatro romano, o Cardo romano-bizantino (rua principal), colunas gigantes, lojas, mosaicos e um aterro ainda a ser escavado. Também existem restos de uma igreja bizantina com um impressionante piso mosaico.

O famoso Mar da Galileia, na Terra Santa

Foi no Mar da Galileia que Jesus reuniu seus primeiros discípulos e andou sobre as águas. Nas margens do mar, cercada pelas belíssimas montanhas, você contemplará as mesmas vistas que Jesus presenciou e entenderá o que ele sentiu naquele exato momento.

Por lá também é possível avistar o caminho das pedras de Cafarnaum, local onde aconteceu a multiplicação dos pães.

Tel Aviv – a maior metrópole do Oriente Médio

A animada vida em Tel Aviv, também conhecida como o Vale do Silício, é considerada uma cidade jovem e a maior metrópole do Oriente Médio, pois além de ter um importante núcleo universitário e várias startups, continua sendo o sonho de consumo de quem que quer sair da casa dos pais.

tal aviv turismo religioso na terra santa

Suas praias banhadas pelo mar mediterrâneo garantem um pôr do sol maravilhoso e seus mercados populares surpreendem com a variedade de cores, aromas, sabores e texturas.

Igreja do Santo Sepulcro, na Terra Santa

A Igreja do Santo Sepulcro é o lugar mais sagrado para os cristãos católicos e ortodoxos, pois ela marca a crucificação, sepultamento e ressurreição de Cristo. Sua construção foi concluída antes de Cristo e sua basílica foi está sobre as fundações de um antigo templo romano de Vênus.

Turistas formam uma longa fila para conseguir visitar o local.

Eventos e Festas em Israel

Israel oferece vários de eventos culturais e festivais:

  • A Voz do Festival de Música na Galiléia (verão);
  • Klezmer Festival Internacional de Safed (verão);
  • Maratona Anual de Tiberíades (inverno);
  • Acco Festival de Teatro Alternativo israelense (Setembro);
  • Olive Festival (Galiléia);
  • Masada Festival de Ópera;Tour de
  • Mar Morto (corrida de bicicleta);
  • Eilat Chamber Music Festival;
  • Haifa International Film Festival;
  • Jerusalem International Film Festival.

Ficou com vontade de fazer um turismo religioso na Terra Santa? Conte pra gente qual lugar você quer conhecer primeiro.

COMPARTILHE